Bolsa sobe 0,9% e tem quarta alta seguida; Suzano dispara 7,42%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (1º) em alta de 0,9%, a 66.516,23 pontos. É o quarto avanço seguido da Bolsa, que havia subido 0,65% na véspera. Essa é novamente a maior pontuação desde 17 de maio (67.540,25).

A maior alta do dia foi da Suzano Papel e Celulose, que disparou 7,42%, a R$ 15,06. A empresa informou que seu Conselho de Administração aprovou a migração para o segmento Novo Mercado da B3, a Bolsa de Valores brasileira, mudança que foi elogiada por analistas de mercado.

Também influenciou a alta de hoje o desempenho positivo das ações do Itaú Unibanco, que subiram mais de 3%, e do Banco do Brasil, que avançaram 2%. Os papéis da Ambev e do Bradesco também tiveram valorização. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Por outro lado, as ações da Petrobras e da mineradora Vale, que também são importantes no índice, fecharam em queda.

Dólar sobe 0,25%, a R$ 3,126

dólar comercial fechou em alta de 0,25%, cotado a R$ 3,126 na venda, após duas baixas seguidas. Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 0,52%. 

Investidores estavam cautelosos um dia antes da votação prevista na Câmara dos Deputados que pode rejeitar ou autorizar o STF (Supremo Tribunal Federal) a analisar a acusação da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos