PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Dólar cai, a R$ 3,846; Bolsa sobe e fecha no maior nível em mais de um mês

Do UOL, em São Paulo

17/07/2018 17h07

O dólar comercial fechou esta terça-feira (17) em queda de 0,49%, cotado a R$ 3,846 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,37%.

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em alta de 1,93%, a 78.130,3 pontos. É a maior pontuação de fechamento desde 4 de junho (78.596,06 pontos). Na véspera, a Bolsa terminou o dia praticamente estável, com leve avanço de 0,08%.

Leia também:

Bancos, Petrobras e Vale sobem

Entre os destaques da Bolsa, as ações do Banco do Brasil (+3,35%), da Petrobras (+3,34%), do Bradesco (+2,88%), do Itaú Unibanco (+1,88%) e da mineradora Vale (+1,4%) registraram ganhos. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Os papéis da fabricante de aviões Embraer também fecharam em alta (+2,71%), após a empresa anunciar uma série de acordos para venda de aviões a empresas aéreas de vários países, incluindo a brasileira Azul.

Juros nos EUA e eleições no Brasil

Investidores estavam mais aliviados após o presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, indicar que a entidade deve seguir aumentando a taxa de juros aos poucos.

O Fed já subiu os juros duas vezes neste ano e indicou que fará mais duas altas até o fim de 2018, mas o mercado teme mais aumentos, sobretudo após a intensificação da guerra comercial entre os Estados Unidos e seus parceiros, como a China. Juros maiores nos EUA podem atrair para lá recursos aplicados hoje em outras economias, como a brasileira.

No Brasil, as atenções estavam voltadas para as eleições presidenciais de outubro. O foco continuava sendo para quem as legendas do chamado "centrão" vão declarar apoio. O mercado teme que um candidato que considere menos comprometido com contas públicas possa ganhar a disputa.

(Com Reuters)

Cotações