IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Cotações


Ação da Gol cai 6,5%, e Latam dispara no Chile após acordo com Delta

Do UOL, em São Paulo

27/09/2019 18h32Atualizada em 27/09/2019 18h58

Resumo da notícia

  • Ações da companhia aérea Gol fecharam em queda de 6,51% hoje, a R$ 32
  • Norte-americana Delta Air Lines vai vender a participação na Gol para comprar 20% da chilena Latam Airlines
  • Delta possui 9,4% das ações preferenciais da Gol, compradas em 2011, e cerca de 1% do capital total
  • Gol afirmou que o atual acordo de compartilhamento de voos com a empresa representa 0,3% da receita total da companhia aérea brasileira
  • Clientes da Gol e da Delta que compraram passagens dentro desse acordo terão seus bilhetes honrados normalmente, disse a empresa

As ações da companhia aérea Gol (GOLL4.SA) fecharam em queda de 6,51% hoje, a R$ 32, após a norte-americana Delta Air Lines anunciar que vai se desfazer de sua fatia na empresa e comprar 20% da chilena Latam Airlines. Na Bolsa do Chile, as ações da Latam dispararam 28,42%.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, encerrou o dia com queda de 0,23%, aos 105.077,63 pontos.

Delta tem fatia na Gol desde 2011

A Delta tem 9,4% das ações preferenciais da Gol, compradas em 2011, e cerca de 1% do capital total. No fechamento de ontem, a fatia da norte-americana na Gol tinha um valor de mercado de cerca de R$ 1 bilhão.

No ano passado, Gol e Delta anunciaram parceria para voos do Brasil para a Flórida, nos Estados Unidos. A Delta também é parceira no programa de milhagem Smiles, controlado pela Gol.

À agência de notícias Reuters, a Gol afirmou que o atual acordo de compartilhamento de voos com a Delta representa 0,3% de sua receita total e 3,5% dos resgates de pontos da Smiles.

"Todos os clientes da Gol e da Delta que adquiriram passagens dentro desse acordo de compartilhamento de voos terão seus bilhetes honrados normalmente", disse.

Latam receberá US$ 1,9 bi e sairá da Oneworld

A Delta pagará US$ 1,9 bilhão à Latam, maior investimento da norte-americana desde sua fusão com a Northwest Airlines, uma década atrás.

Como parte do acordo, a Delta também comprará quatro aviões A350 da Latam e assumirá compromissos da companhia chilena para compra de outras dez aeronaves do modelo, previstas para serem entregues entre 2020 e 2025. O valor da compra não foi informado.

A Latam também vai deixar a aliança de companhias aéreas Oneworld, da qual é membro de 2000. A Delta vai fornecer US$ 350 milhões para ajudar a empresa nesse processo.

Além de participação na Gol, a Delta também tem fatias no Grupo Aeromexico, Air France KLM, China Eastern, Virgin Atlantic e na controladora da Korean Air Lines. A empresa norte-americana também vinha negociando a compra de uma participação de 10% na Alitalia.

Quer saber mais informações e dicas sobre economia e finanças pessoais de um jeito fácil de entender? Siga @uoleconomia no Instagram!

Veja como é fabricado um avião Boeing 737

UOL Notícias

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotações