PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Cotações

Ações da Eletrobras fecham em alta de 5,9% após Senado aprovar privatização

Ações da Eletrobras disparavam hoje após Senado aprovar MP que abre caminho para privatização - Reprodução
Ações da Eletrobras disparavam hoje após Senado aprovar MP que abre caminho para privatização Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

18/06/2021 11h25Atualizada em 18/06/2021 17h56

As ações da Eletrobras disparavam hoje e lideravam as altas do Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores. Ontem, o Senado aprovou a MP (medida provisória) que abre caminho para a privatização da companhia.

Com o crescimento, as ações ordinárias (ELET3) da Eletrobras fecharam em 5,98%, a R$ 46,22, e os papéis ordinários (ELET6) —com prioridade na distribuição de dividendos — registraram 5,94%, a R$ 45,55.

O dólar fechou o dia de hoje a R$ 5,069. O valor representa uma alta de 0,92% na variação diária.

Privatização da Eletrobras vai para a Câmara

O Senado aprovou a privatização da Eletrobras por 42 votos a favor e 37 contra. O texto agora volta à Câmara dos Deputados. Ele precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional até 22 de junho, ou perde a validade.

Na tarde de ontem, antes da aprovação pelo Senado, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que os deputados votariam o texto na segunda-feira (21).

O relator da proposta, senador Marcos Rogério (DEM-RO), apresentou três versões do relatório em menos de 24 horas, com diversas mudanças, para conseguir os votos e aprovar a proposta. Ele incluiu "jabutis", como são chamadas as adições de temas estranhos à proposta original, que, na visão de especialistas podem prejudicar os consumidores.

Pela MP, a privatização se dará pela venda de novas ações ordinárias da Eletrobras na Bolsa de Valores (B3), que não poderão ser compradas pela União nem pelos bancos públicos.

Esse processo é conhecido como capitalização. Na prática, a participação do governo da União diminuirá, e ela não será mais controladora da empresa.

Cotações