Bolsas

Câmbio

Estilista Ronaldo Fraga ajuda fabricantes de SC a criar sapatos exclusivos

Larissa Coldibeli

Do UOL, em São Paulo

Dez pequenas empresas do polo calçadista de São João Batista (SC) apresentam calçados exclusivos, desenvolvidos em parceria com o estilista Ronaldo Fraga, na Couromoda 2015, que vai até esta quarta-feira (14), no Expo Center Norte, em São Paulo.

As criações destacam elementos da cultura catarinense, como as influências açoriana e alemã na região, e fazem parte do projeto Identidade, desenvolvido pelo Sebrae-SC (Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa de Santa Catarina). O objetivo é aumentar a competitividade das empresas locais levando inovação por meio do design. 

"A palavra design ainda assusta os empresários. Eles acham que é caro e não vai vender. Mas o design é a única saída para a indústria brasileira, não só na moda", disse Fraga no evento. Durante o projeto, que teve início em 2013, o estilista visitou todas as fábricas, sugeriu temas para as coleções e ajudou as equipes a desenvolver os modelos. 

"Os produtos hoje têm que vender mais do que a utilidade técnica a que se presta. As pessoas compram pela emoção, não pela necessidade. O produto tem que contar uma história. O desafio é vender num par de sapatos a cultura catarinense que seduz o Brasil", declarou.

Modelos foram produzidos artesanalmente

Para os empresários, a consultoria foi produtiva e rende agora seus primeiros frutos. "A parceria com o Ronaldo Fraga foi o bônus que precisávamos, porque as empresas sozinhas não conseguem ter um estilista ou designer desse gabarito para atendê-las individualmente", diz Sérgio Fernandes Cardoso, diretor do Sebrae-SC.

Os produtos, por enquanto, não estão disponíveis para venda, pois foram feitos artesanalmente, com materiais nobres, o que aumenta o custo e inviabiliza sua comercialização. Segundo Mariana Grapeggia, gestora de projetos do Sebrae-SC, até julho de 2016, quando o projeto termina,  deverá ser desenvolvida uma linha de calçados para venda.

Fabricantes estudam incluir produtos em suas coleções

As empresas, no entanto, afirmam que já estudam formas de adaptá-los para que sejam incluídos em suas próximas coleções, diante do interesse que os calçados têm despertado na feira.

É o caso da Camminare Calçados, que está no mercado há quatro anos. A empresa trabalhou o tema dos barcos açorianos e a renda de bilro, uma das principais atividades artesanais do Estado. Assim, os calçados têm solado grosso, que lembra o casco de um navio, estampa de mares por dentro e são cobertos por rendas feitas por artesãs locais.

"Estou estudando opções para trazer esses conceitos para a marca de forma comercial. Muita gente gostou, mas, com este custo, nosso cliente, que são lojas multimarcas, não tem condições de absorver", diz Nathalya Serpa Puel, estilista da Camminare.

Para desenvolver os produtos, cada empresa pesquisou uma característica específica da cultura catarinense e teve que incorporá-la ao produto. A marca Camila Ferraz, por exemplo, trouxe elementos da arquitetura alemã e italiana para suas peças.

"Estudamos as fachadas e os materiais utilizados na construção civil para inspirar nossos produtos. Fazemos referência aos tijolos à vista da arquitetura alemã e às casas com base de pedra de influência italiana", afirma o proprietário da empresa, Francisco Azevedo Neto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos