ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Empreendedorismo

Escola usa 'iPad gigante' em anúncio no Facebook e vira piada; evite erros

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

23/01/2015 13h31

As redes sociais provaram sua força mais uma vez. A última “vítima” foi a escola particular Siec – Sistema Educacional, em Bocaiúva (MG). Em uma campanha publicitária, a escola publicou fotos de seus alunos segurando notebooks da Apple como se fossem tablets iPad.

Pelo fato de o equipamento nas fotos ser bem maior do que um tablet, imediatamente internautas começaram a publicar comentários na página da escola no Facebook ironizando as imagens. Outros foram além, postaram montagens com os alunos segurando objetos ainda maiores e viralizaram na internet.

No Twitter e no Instagram, internautas publicaram fotos bem-humoradas de si mesmos segurando notebooks como se fossem tablets, e até monitores de 27 polegadas.

O diretor de qualidade da escola, Rafael Calixto Fernandes, reconheceu o erro nas imagens, no entanto, afirmou que a campanha publicitária malsucedida não interfere na qualidade do serviço prestado pela empresa.

“Foi uma falha na execução de uma peça publicitária, não na execução do serviço. Assumimos a responsabilidade pelo erro junto com a agência de publicidade.” Em nova postagem na página do Facebook, a escola pediu desculpas pelo erro e publicou uma foto da diretora Bê Calixto também segurando o notebook.

Fernandes disse, ainda, que a maior preocupação da escola no momento é preservar a imagem dos alunos que participaram da campanha publicitária. Suas fotos foram removidas da página na rede social. “Ficamos chateados por terem sido publicadas fotos com os nomes de alunos menores de idade em diversos sites e blogs. Não concordamos com isso e é extremamente prejudicial para a imagem deles.” 

Divulgação na internet deve passar por revisão minuciosa

Fazer campanhas publicitárias nas redes sociais pode ser uma ferramenta importante de divulgação para micro e pequenas empresas, mas exige cuidado. Segundo Conrado Adolpho, especialista em marketing digital e consultor de empresas, a ação é diferente de publicar anúncios em jornais ou revistas.

 “São linguagens diferentes e a internet é a única que permite ao público criticar ou elogiar a propaganda no mesmo espaço”, afirma.

De acordo com ele, sempre que uma empresa fizer uma publicação na internet, deve fazer uma revisão minuciosa do conteúdo. Se for uma foto, não pode haver elementos que não pertençam a ela, como objetos ou pessoas ao fundo que dispersem a atenção do público. No caso de textos, erros de escrita, digitação ou concordância devem ser combatidos.

“Subestimar o público é um erro grave, alguém sempre percebe quando algo está errado”, declara. “Geralmente, quem percebe é alguém mais instruído, que também exerce certa influência sobre as pessoas ao seu redor, o que acaba potencializando a crítica ou a piada feita por ele.”

Empresa deve pedir desculpas e assumir erro

Ainda que a empresa tenha preocupação constante com o conteúdo publicado, erros podem acontecer. Nesses casos, Adolpho diz que o melhor a fazer é pedir desculpas e reconhecer a falha.

“As pessoas têm bom senso, sabem que empresas são feitas de seres humanos que podem errar”, declara. “O público gosta quando o erro é reconhecido e assumido, isso aumenta o engajamento com a marca.”

O consultor afirma, ainda, que bater de frente com o público ou acionar o jurídico pode aumentar a repercussão negativa do caso. Segundo ele, quando uma empresa entra numa briga direta com um consumidor, as pessoas tendem a apoiar o lado mais fraco. “O melhor é ser amigável e trabalhar para que o erro não volte a acontecer”, diz.

As redes sociais provaram sua força mais uma vez. A última “vítima” foi a escola particular Siec – Sistema Educacional, em Bocaiúva (MG). Em uma campanha publicitária, a escola publicou fotos de seus","image":{"sizes":{"personalizado":"","original":"142x100"},"height":100,"width":142,"crops":"80x80;100x70;128x96;142x100;142x200;300x100;200x285;300x200;300x230;300x300;300x420;300x500;615x300;564x430;615x470;797x500;956x500;800x600;1024x768;1280x1280","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/noticias/2015/01/23/escola-siec---sistema-educacional-em-bocaiuva-mg-virou-piada-nas-redes-sociais-depois-de-publicar-fotos-de-alunos-segurando-notebooks-como-se-fosse-tablets-1422026920772_142x100.jpg","type":"","titulo":"Em foto no Facebook, escola mostrou alunas segurando MacBook como se fosse iPad","credito":"Reprodução/Facebook"},"date":"23/01/2015 19h16","kicker":"Empreendedorismo - do UOL"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="economia/economia">

Mais Empreendedorismo