Bolsas

Câmbio

Deu 7.000 pedaços de pizza em congestionamento, mas movimento só cresceu 2%

Lucas Gabriel Marins

Colaboração para o UOL, em Curitiba

Uma pizzaria de Curitiba (PR) encontrou no trânsito do fim de tarde uma oportunidade para tentar divulgar o seu negócio. Entre maio e junho, a Abaré Pizzarias distribuiu pedaços de pizza quentinhos aos motoristas, das 18h às 20h, em alguns dias da semana. 

Cerca de 7.000 pedaços de pizza de sabores variados foram entregues dentro de caixinhas. "Optamos por ruas com grande fluxo de veículos e com boa iluminação", disse o proprietário, Fabio Uwabe. Mas, segundo ele, a ação gerou aumento de apenas 2% no fluxo de clientes nas sete lojas. Ele não informou o impacto no faturamento.

Leia também:

A média é de 5.000 clientes mensais em cada unidade. Segundo Uwabe, o objetivo principal era "uma ação institucional para reforço de marca".

De acordo com o empresário, a empresa recebeu "muitos comentários positivos dos clientes novos que foram até as pizzarias e daqueles que pediram por delivery".

Mesmo com o resultado modesto em visitas, Uwabe disse que pretende voltar a fazer a promoção entre setembro e outubro deste ano.

A ação, desenvolvida em parceria com a agência de publicidade Innova Comunicação, custou R$ 7.610, segundo a empresa. Nesse valor, estão incluídos custos com as caixinhas (R$ 0,45 por unidade), pedaço de pizza (R$ 0,50 por unidade), horas de trabalho de duas promotoras contratadas para fazer a distribuição (R$ 760) e uniforme das promotoras (R$ 100 cada).

Pizzaria tem mais de cem sabores

A Abaré Pizzarias, inaugurada em 1998, tem sete unidades em Curitiba e uma em Campo Largo, na região metropolitana da capital paranaense. Investimento inicial, faturamento e lucro da empresa não foram divulgados.

São mais de cem sabores de pizza no cardápio, entre doces e salgadas, com preços que variam de R$ 27 a R$ 70. Alguns dos destaques são a grande de mignon ao molho madeira (R$ 50) e a margherita R$ (41).

Além das pizzas, o menu também conta com calzones, massas, saladas e sopas, com preços a partir de R$ 20.

Ação é inusitada, mas deve ser feita com cuidado, diz especialista

Para o professor Juliano Ughini, mestre em gestão internacional pelo King's  College London e professor dos cursos de pós-graduação e MBA da FAE Business  School, de Curitiba, "quando uma empresa sai do discurso e materializa o seu posicionamento por meio de uma experiência sensorial, ela atinge de forma efetiva os sentidos do consumidor e, como consequência, passa a ser lembrada e reconhecida por ele".

Ughini afirmou, no entanto, que ações como essa precisam estar interligadas com outras. "É importante ter uma estratégia integrada, com informações sobre a ação em sites e outros meios, e criar uma jornada do cliente até a loja. Toda ação é uma história", disse.

O professor também fez um alerta aos donos de pizzarias e empreendedores de outros setores que pretendem fazer campanhas parecidas. Segundo ele, é interessante sair da comunicação tradicional e fazer algo inovador, mas é preciso tomar muito cuidado.

"Se o proprietário diz que tem a pizza mais crocante da cidade, mas não consegue mostrar isso para o consumidor, pois seu produto não tem essa característica, ele promove uma experiência ruim e mancha a imagem da empresa, mais do que se tivesse feito uma ação tradicional."

Onde encontrar:

Abaré Pizzarias – http://www.abarepizzarias.com.br/

Português toca sino em SP para avisar que saiu pastel de Belém quentinho

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos