ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Veja 4 dicas para pedir um aumento de salário ao chefe

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/04/2014 06h00

Em algum momento da carreira, os profissionais poderão sentir a necessidade de receber um salário mais alto ou ser mais bem recompensado pelo seu trabalho. A grande questão é: quando e como pedir um aumento de salário ao chefe?

De acordo com a consultora de transição de carreiras da Right Management Brasil, Sueli Aznar, a primeira reflexão que o profissional dever fazer antes de pleitear um aumento é avaliar quais são as suas entregas e o quanto é capaz de agregar valor ao seu empregador.

"Se o profissional não conhece o seu real valor, a conversa com o chefe tende a não evoluir”, afirma a consultora.

Dicas para pedir aumento salarial

  • Getty Images

    Quando pedir?

    Verifique se a empresa possui avaliação de desempenho e plano de carreira e entenda como isso funciona. Analise se você é merecedor do reajuste, se está entregando resultados além do esperado, se cumpre horários, se está presente em todas as reuniões, se realiza todos os treinamentos etc

  • Getty Images

    Como pedir?

    Marque uma reunião formal com seu gestor para falar sobre sua condição salarial e vá direto ao assunto, sem rodeios ou indiretas. Motivos pessoais, como a necessidade de remuneração maior pelo nascimento de um filho, por exemplo, não são suficientes para compor um argumento

  • Getty Images

    Considere a situação da empresa

    É importante que o profissional tenha sensibilidade para não pleitear aumento em momentos de mudança interna, fusões ou troca do modelo de gestão. São situações que demandam atenção para outros aspectos e por mais merecedor que o profissional seja, a empresa não será capaz de atendê-lo

  • Thinkstock

    Tenha um valor em mente

    Pesquise em veículos especializados o quanto o mercado está remunerando o seu cargo. Considere também o tamanho e a atual situação da empresa. "Não adianta ser um funcionário multitarefas atuando em empresa de pequeno porte. Seu salário poderá não ser passível de reajuste devido a limitações financeiras", diz a coach Priscila Bellizzi

Além de conhecer suas próprias competências, o profissional deve estar pronto para citar suas realizações: projetos com resultados acima das expectativas, eficácia na realização de tarefas ou boa avaliação de clientes são fatores decisivos na construção do argumento para a solicitação de melhor remuneração.

“A remuneração por desempenho e a capacidade de agregar valor à organização são consideradas muito mais adequadas do que compensações por tempo de serviço, assiduidade ou outro fator não relacionado com a habilidade de entrega do profissional.”

Partindo para a ação

Preparar-se para o momento de falar com o chefe é importante. Antes de tudo, avaliar o momento de fazer o pedido significa também considerar se o chefe está em um "bom dia".

"Não fale sobre aumento quando você e seu líder estiverem no desenvolvimento de projetos. Não aborde-o num momento de crise financeira ou fusão da empresa. E nunca diga que espera um reajuste porque recebeu uma proposta mais interessante de outra empresa", afirma a coach Priscila Bellizzi.

Segundo Priscila, se você não recebe aumento durante muito tempo é preciso tomar cuidado para não desmotivar e achar que é obrigação da empresa reconhecer seu talento e aumentar o seu salário. "Isso pode te prejudicar, além de fazer com que a empresa não tenha mais interesse no seu trabalho."

Profissional deve estar preparado para a resposta

Para Sueli Aznar, o profissional também deve se preparar para ouvir a resposta do chefe, que pode ser um ‘sim’ seguido de uma proposta de mudança de área ou do nível de responsabilidade ou um pedido de tempo maior para concretizar o aumento da remuneração.

A resposta também pode ser um 'não'. Neste caso, talvez fique insustentável permanecer na organização e surja a necessidade de buscar outras oportunidades no mercado.

"O profissional terá sido prudente se avaliou como o mercado vem se comportando no seu segmento, se há oportunidades disponíveis, se sua rede de relacionamento pode ser acionada para contribuir com sua prospecção de outra oportunidade."

Mais Economia