ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Finanças pessoais

Quer investir? Site reúne avaliações de clientes sobre bancos e corretoras

Sorbetto/Getty Images
Imagem: Sorbetto/Getty Images

Téo Takar

Do UOL, em São Paulo

06/12/2018 04h00

Cada vez mais o brasileiro está disposto a compartilhar na internet sua opinião sobre determinado produto, serviço ou empresa, além de consultar as avaliações feitas por outras pessoas antes de tomar uma decisão. 

Diversos sites perceberam essa tendência e passaram a elaborar rankings de diversos tipos, como o Love Mondays (melhores empresas para trabalhar) e o TripAdvisor (locais para viajar).

De olho nesse movimento, o site de busca de investimentos Yubb decidiu montar um ranking parar avaliar empresas de investimentos: bancos, corretoras e fintechs (empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros), com base na opinião de quem é cliente dessas instituições.

Leia também:

"Nossos usuários sempre nos perguntavam: qual é a melhor empresa? Qual é a mais segura para investir? Infelizmente, eu não posso dar essa resposta, até por questões regulatórias. A CVM [Comissão de Valores Mobiliários] não permite que eu faça isso", disse Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb.

"Então, decidi abrir espaço no site para que as pessoas que já investem em determinados bancos ou corretoras possam avaliá-los."

Avaliação anônima

Tanto o preenchimento das avaliações como o acesso ao ranking das empresas são gratuitos. As avaliações são anônimas. "O anonimato deixa as pessoas mais confortáveis na hora de opinar", disse Pascowitch.

A reputação das empresas é definida com base na média das avaliações feitas pelos usuários do site, a partir de um questionário padrão, sem que haja interferência por parte do Yubb.

Entre as questões que o usuário avalia estão facilidade de abrir conta na instituição, facilidade de fazer o investimento, custos e taxas praticados, rentabilidade dos investimentos e avaliação geral do atendimento, entre outros critérios.

"Isso ajudará outras pessoas a escolher onde investir de acordo com os critérios que são mais importantes para elas", afirmou Pascowitch.

Transparência e segurança

Apesar da garantia de anonimato, o usuário é obrigado a informar seu CPF e email para poder registrar sua avaliação no sistema. "Usamos esses dados para checar se aquele usuário de fato existe, se não se trata de um robô", declarou o fundador do Yubb.

O Yubb também cruza essas informações com o Facebook e o LinkedIn para evitar que funcionários das empresas avaliadas preencham o questionário, distorcendo os resultados. "Queremos que a avaliação seja o mais transparente possível."

Os dados fornecidos pelo usuário são criptografados pelo sistema e, depois, apagados. Segundo Pascowitch, ninguém do Yubb ou das empresas avaliadas tem acesso às informações pessoais do usuário. "Não há nenhum risco para quem participa da pesquisa."

Nubank tem melhor avaliação

Lançada em 12 de novembro, a ferramenta do Yubb contabilizava pouco mais de 5.000 avaliações até o fim de novembro. Atualmente, a fintech Nubank é considerada a melhor empresa de investimento, seguida pelo Banco Inter e pelo BTG Pactual. Para aparecer no ranking, as empresas precisam receber, no mínimo, 60 avaliações.

"Achamos curioso que a Nubank apareça no topo do ranking, já que o forte deles é o cartão de crédito, e não exatamente produtos de investimentos. Eles têm a Nuconta, em que o dinheiro parado na conta rende 100% do CDI", afirmou o fundador do Yubb.

"Fomos analisar os resultados e percebemos que as avaliações de atendimento e de facilidade de abrir conta na Nubank são tão positivas que compensam o fato de o rendimento da conta não ser tão bom. Isso mostra que há muitas pessoas em busca de facilidade e praticidade, mesmo abrindo mão de um rendimento maior", disse Pascowitch.

Ele afirmou que o Yubb pretende criar divisões no ranking a partir do início do ano que vem para facilitar a busca e a avaliação dos usuários. "Vamos separar as empresas por categorias, como banco digitais, corretoras, financeiras, bancos grandes, corretoras de criptomoedas e robôs de investimento."

Veja outras formas de consultar instituições

Além do ranking do Yubb, o investidor que não tem familiaridade com o mercado pode consultar algumas fontes oficiais para saber se uma determinada instituição financeira existe de fato e está autorizada a oferecer serviços como negociação de ações e de títulos públicos.

A Bolsa de Valores de São Paulo (B3) possui em seu site um sistema de consulta das corretoras credenciadas para negociar ações, opções, derivativos e outros produtos registrados na Bolsa.

No site do Tesouro Direto, o investidor pode verificar a lista de instituições autorizadas a negociar títulos públicos para pessoas físicas, bem como a taxa de corretagem cobrada nas operações. Vale a pena observar que várias corretoras e bancos não cobram mais taxa.

Se não sabe responder a estas 5 questões, será muito difícil ficar rico

UOL Notícias

Mais Finanças pessoais