IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Como aumentar o limite do cartão de crédito? Veja dicas

Filipe Andretta

Do UOL, em São Paulo

30/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Se quer mais crédito, use o limite que já tem para mostrar que quer mais
  • Se sua renda aumentou, peça ao gerente que revise o limite
  • Pagar as faturas em dia é fundamental para ter limite maior
  • Pague sempre o valor total e evite parcelar

O cartão de crédito é uma ferramenta muito útil para o cotidiano de todos. Por isso muita gente se pergunta como aumentar o limite do cartão de crédito para parcelar compras sem juros, adiar pagamentos, fazer compras pela internet, acumular milhas, dentre outras facilidades.

Confira dicas de especialistas para aumentar crédito de forma consciente e usar seu cartão da melhor forma possível.

Se quer mais crédito, use o que já tem e pague em dia

Em geral, quanto mais o consumidor usa o cartão de crédito, maior a chance de ter o limite ampliado. "Se a pessoa tem um limite de R$ 1.000, mas só usa R$ 200, o banco considera que este cliente tem baixa utilização e não vê motivo para conceder mais crédito", afirmou o economista Maurício Godoi, professor da Saint Paul Escola de Negócios.

Porém, bancos e fintechs só vão entender que o cliente merece mais crédito se ele usar o serviço e mostrar que pode pagar a fatura todo mês. Segundo o economista, as instituições financeiras tendem a aumentar automaticamente o limite para o consumidor que usa o crédito e mantém o pagamento em dia.

Fale com o gerente

Se você conseguiu um emprego que paga melhor, foi promovido ou está ganhando mais por qualquer motivo, vale a pena entrar em contato com o seu gerente para pedir a revisão do limite do cartão. Mesmo assim, a aprovação do crédito não é automática, pois o banco ou fintech vai avaliar seu histórico de pagamento.

"Se o cartão for atrelado à conta-corrente, fica mais fácil aumentar o limite", disse o administrador Ricardo Rocha, professor de finanças do Insper. Ele afirma que o mesmo raciocínio não vale para cartões de crédito emitidos por lojas de varejo, que levam em consideração principalmente a fidelidade do consumidor.

Negocie para ter vantagens no cartão de crédito

Para Rocha, pagar no débito só é vantajoso se o consumidor conseguir negociar algum desconto. Caso contrário, o cartão de crédito é uma opção melhor.

Ele recomenda investir o dinheiro durante o mês e resgatar apenas o suficiente para pagar a fatura na data do vencimento. Assim, o consumidor consegue fazer render seu dinheiro e ainda acumula milhas no cartão, que podem ser trocadas por produtos ou passagens aéreas, por exemplo.

"Além disso, ao concentrar suas despesas no cartão de crédito e pagar a fatura em dia, você pode negociar para não pagar a anuidade do cartão", afirmou o professor de finanças.

Maurício Godoi diz que o uso frequente do cartão de crédito é bom para quem tem organização financeira. "Se for para adiar dívida, usar o crédito porque acabou o dinheiro do débito, não vale a pena."

Não se endivide com o cartão de crédito

Veja algumas dicas para usar bem o cartão de crédito:

  • Antes de usar o cartão, planeje os gastos e esteja atento às datas de fechamento e vencimento da fatura
  • Pague sempre o valor total da fatura, para que não sejam cobrados juros pelo uso do crédito rotativo
  • Se perder ou roubarem seu cartão de crédito, ligue para a central de atendimento e faça o bloqueio imediatamente
  • Não utilize o cartão de crédito como se fosse um segundo salário
  • Nunca empreste seu cartão, nem forneça a senha
  • Se for comprar pela internet, use o cartão apenas em sites de confiança
Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Banco Central orienta sobre tipos de cartão

UOL Notícias

Economia