IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Imposto de renda


Na campanha, Guedes falou em reduzir alíquota do IR; por que não aconteceu?

Do UOL, em São Paulo

22/02/2019 11h14

A equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro havia mencionado durante a campanha eleitoral no ano passado a possibilidade de diminuir o teto de pagamento do Imposto de Renda de 27,5% para 20%.

Mas isso não aconteceu. A Receita Federal divulgou as regras do Imposto de Renda 2019, e as alíquotas continuam as mesmas: 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%. Por que essa redução não foi realizada?

A Receita Federal diz que, como o IR 2019 se refere ao ano 2018, durante a administração de Michel Temer, não seria possível o atual governo ter feito essa mudança já. A troca na alíquota do imposto depende de projeto de lei ou medida provisória, que precisavam ter sido feitos ainda em 2018.

Mas também não há certeza se o governo Bolsonaro vai mesmo reduzir as alíquotas a partir deste ano para o próximo Imposto de Renda. O ministro da Economia, Paulo Guedes, havia afirmado publicamente que a campanha estudava diminuir o teto da tributação para pessoas físicas a 20% para os que estão enquadrados nas alíquotas mais altas, de 22,5 % e 27,5 %. Mas não havia definição ainda.

No começo do ano, Bolsonaro chegou a anunciar que haveria redução do teto do IR, mas foi uma confusão. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse no mesmo dia que havia sido um equívoco do presidente sobre IR e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Bolsonaro chegou a anunciar corte em IR, mas foi engano

UOL Notícias

Imposto de renda