PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Imposto de renda

IR 2020: Como sei se tenho restituição a receber ou imposto a pagar?

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/06/2020 04h00

Uma dúvida comum de quem está declarando o Imposto de Renda pela primeira vez é saber quanto terá de imposto a pagar ou se terá direito a restituição.

O programa de preenchimento da declaração permite que o contribuinte acompanhe, em tempo real, o cálculo do imposto utilizando as duas formas de tributação possíveis - pelo modelo simplificado e pelo completo.

Para acompanhar a atualização dos valores, basta visualizar o quadro "Opção pela tributação" que aparece no canto esquerdo da tela do programa.

Conforme você preenche as fichas da declaração, o cálculo do imposto é atualizado. Você consegue ver o impacto da inclusão de dependentes, das despesas dedutíveis e das fontes de renda.

O quadro tem dois campos, "Por deduções legais" (para quem faz a declaração completa) e "Por desconto simplificado" (que desconsidera as despesas dedutíveis e usa um desconto padrão de 20%).

Valores em azul significam imposto a pagar. É possível ler a expressão "imposto a pagar" em cima do campo onde aparece o valor. Valores em verde correspondem à restituição e vêm acompanhados da expressão "imposto a restituir".

Faça simulações antes de entregar a declaração

Você pode fazer diversas simulações e verificar os impactos no cálculo do imposto rapidamente por meio desse quadro. Se você teve despesas médicas ou com educação, por exemplo, poderá ver qual será o efeito do uso dessas deduções ou se é melhor contar com o desconto simplificado.

Para casais, a ferramenta é muito útil para avaliar se vale a pena declarar em conjunto ou em separado. Ao declarar em conjunto, você pode colocar o cônjuge como seu dependente e utilizar outras deduções dele, como gastos com saúde e educação. Entretanto, também terá que somar as rendas de ambos, o que pode elevar a base de cálculo do IR.

Anote o valor do campo mais vantajoso (por deduções legais ou desconto simplificado) na declaração em conjunto. Depois faça as duas declarações em separado, anote os resultados, some os valores (se um cônjuge der restituição e outro tiver imposto a pagar, você terá que subtrair um valor do outro) e compare com o valor da declaração em conjunto.

Qual opção escolher?

Coloque todas as informações de que você dispõe, desde as fontes de renda até as possíveis deduções (saúde, educação, dependentes, alimentandos). Quando você terminar de preencher a declaração, analise os resultados informados na janela de cálculo do IR.

Ela mostrará dois valores, um utilizando a opção "por deduções legais", também chamado de modelo completo, e outro pelo "desconto simplificado". Os valores em azul representam "imposto a pagar". Essa expressão também aparece em cima do número. Já os valores em verde correspondem a "imposto a restituir".

Dependendo das informações que estão na sua declaração, podem acontecer três situações:

  • Imposto a pagar tanto na opção por "deduções legais" como pelo "desconto simplificado". Escolha a opção com menor valor.
  • Imposto a restituir tanto por "deduções legais" como pelo "desconto simplificado". Escolha a opção com maior valor.
  • Imposto a pagar em uma das opções e a restituir na outra. Escolha aquela que dá direito à restituição.

O que você precisa saber sobre IR 2020

Tire suas dúvidas com um especialista no grupo do UOL
Faça o download do programa para declarar
Quer pagar menos imposto? Veja lista do que pode descontar ou não
Já conferiu se você tem mesmo de declarar neste ano?
Prazo vai até 30 de junho, e multa pode ser bem maior do que parece
Leia respostas às principais dúvidas sobre a declaração

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Caiu na malha fina? Veja orientações da Receita

UOL Notícias

Imposto de renda