PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Imposto de renda

IR 2020: É melhor fazer a declaração completa ou a simplificada?

Colaboração para o UOL, de São Paulo

10/02/2020 19h15Atualizada em 30/06/2020 14h00

A escolha entre a declaração completa ou simplificada no Imposto de Renda 2020 depende das despesas que você possui para deduzir. Se você tem filhos como seus dependentes, paga escola particular, plano de saúde e ainda contribui com previdência privada, são grandes as chances de o modelo completo ser a melhor opção.

Para quem tem poucas despesas dedutíveis, pode ser melhor preencher o modelo simplificado, que considera um desconto padrão de 20% sobre a base de cálculo do imposto, limitado a R$ 16.754,34.

Se você não tem certeza qual modelo escolher, fique tranquilo. O próprio programa ajuda o contribuinte a fazer a escolha mais vantajosa para reduzir o imposto a pagar ou aumentar a restituição.

Basta preencher todas as informações sobre as rendas obtidas e as despesas realizadas, como se estivesse fazendo o modelo completo. Quando você terminar de colocar todos os dados, consulte a janela "Opção pela Tributação", no canto inferior esquerdo do programa.

Por definição, o programa da Receita vem sempre com a opção de tributação "por deduções legais" (modelo completo) selecionada.

Mas, se a opção "por desconto simplificado" mostrar menos imposto ou uma restituição maior, basta clicar nela que o programa irá desconsiderar as despesas lançadas e aplicará o desconto padrão de 20% no cálculo do imposto.

Não esqueça que, independentemente do modelo escolhido, é necessário informar na declaração todas as fontes de renda recebidas pelo contribuinte e por seus dependentes, além dos bens que possui, como automóvel e casa, aplicações financeiras e o imposto recolhido por meio do carnê-leão, caso o contribuinte seja autônomo ou receba aluguel.

Guarde, por no mínimo cinco anos, os recibos e notas fiscais que comprovem as despesas dedutíveis informadas.

Entenda as diferenças de cada modelo

Modelo simplificado

  • O modelo simplificado é a melhor opção para quem não tem muitas despesas para deduzir.
  • Utiliza um abatimento padrão de 20% sobre a soma de todos os rendimentos tributáveis recebidos ao longo de 2019. Esse abatimento é limitado a R$ 16.754,34.
  • Pode ser usado por qualquer contribuinte, independentemente do tamanho da renda total ou do número de fontes pagadoras.
  • O imposto recolhido no ano passado, seja pela retenção em fonte, seja por meio do recolhimento obrigatório mensal (carnê-leão), deverá ser informado, pois será descontado do cálculo final do IR a pagar.

Modelo completo

  • O modelo completo é indicado para quem tem muitas despesas para deduzir, como gastos com plano de saúde, educação, dependentes etc.
  • É necessário informar todos os gastos e rendimentos ocorridos em 2019 e guardar os comprovantes por, no mínimo, cinco anos.
  • Se a soma total das suas deduções exceder o limite de R$ 16.754,34 do modelo simplificado, então a melhor opção é fazer a declaração completa.

Veja quais são as principais deduções do IR

  • As despesas médicas podem ser deduzidas integralmente.
  • As despesas com educação têm um limite anual de R$ 3.561,50 por pessoa (contribuinte, dependente ou alimentando).
  • Cada dependente também dá direito a abatimento no IR, no valor de R$ 2.275,08 por dependente. Não há limite para inclusão de dependentes na declaração, desde que devidamente comprovados.
  • Contribuição para plano de previdência privada do tipo PGBL pode ser abatida até o limite de 12% da renda.
  • Livro-caxa de profissional autônomo pode ser incluído como dedução integral.

O que você precisa saber sobre IR 2020

Tire suas dúvidas com um especialista no grupo do UOL
Faça o download do programa para declarar
Quer pagar menos imposto? Veja lista do que pode descontar ou não
Já conferiu se você tem mesmo de declarar neste ano?
Prazo vai até 30 de junho, e multa pode ser bem maior do que parece
Leia respostas às principais dúvidas sobre a declaração

Caiu na malha fina? Veja orientações da Receita

UOL Notícias

Imposto de renda