IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Tesouro Direto ainda vale a pena? Veja quanto rende ao ano

Rmcarvalho/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Rmcarvalho/Getty Images/iStockphoto

02/12/2022 04h00

Quem tem títulos do Tesouro Direto acabou ficando com uma rentabilidade levemente negativa em novembro.

Diante disso, o investidor pode se perguntar: "O que aconteceu? O Tesouro Direto ainda vale a pena? Quanto vai render daqui para frente?"

Veja abaixo a minha resposta para essas três perguntas.

Por que o Tesouro Direto ficou negativo em novembro?

Dos três tipos de título do Tesouro Direto, dois tiveram rentabilidade levemente negativa em novembro: o Tesouro IPCA e o Tesouro Prefixado. O terceiro, chamado Tesouro Selic, nunca fica negativo.

Antes de qualquer coisa, é importante deixar claro que a rentabilidade só será negativa para quem resgatar o dinheiro antes do vencimento. Se você aguardar até o fim do prazo, terá um rendimento positivo, conforme o previsto.

Mas vamos lá. Por que é que, momentaneamente, o extrato do seu investimento no Tesouro pode indicar uma rentabilidade negativa?

Para entender isso, primeiro você precisa saber que a única forma de você resgatar o seu dinheiro antes da data de vencimento é vendendo o título no mercado. Se você tem R$ 10 mil no Tesouro e quer pegar esse dinheiro de volta, você solicita o resgate na sua corretora, e ela vende o seu título para outra pessoa.

Portanto, para você resgatar o dinheiro antes do vencimento, é preciso encontrar alguém que compre o ativo.

O que aconteceu em novembro foi que, no fim do mês, não havia quem comprasse o seu título pelo preço do início do mês. Os grandes investidores passaram a apostar que a taxa básica de juros, a Selic, ficará em um patamar maior do que o esperado anteriormente. Assim, o seu título passou a valer menos no mercado.

Esse tipo de oscilação é natural e, como eu disse, não afeta o seu ganho se você aguardar até o vencimento.

Quanto rende o Tesouro Direto hoje?

Atualmente, se você investir R$ 10 mil no Tesouro Prefixado 2025, terá uma rentabilidade de 11,13% ao ano, o que representa um ganho de R$ 1.113 anuais, já descontado o Imposto de Renda.

Já no Tesouro IPCA 2026, a rentabilidade líquida seria de 10,58% ao ano, que dá R$ 1.058 anuais. Esse cálculo considera uma inflação média de 6% ao ano.

No Tesouro Selic, aquele que nunca fica negativo, o rendimento é mais difícil de prever, porque ele segue a taxa Selic. A julgar pelas projeções de analistas consultados pelo Banco Central, o rendimento líquido desse título tende a ficar em 9,78% nos próximos 12 meses, o que daria R$ 978 de ganho, para um investimento de R$ 10 mil.

Em todos os cálculos considerei um Imposto de Renda de 15%, que incide sobre investimentos com prazo de dois anos ou mais.

Vale a pena?

Considerando tudo isso, vale a pena investir no Tesouro Direto? A resposta, como sempre, é: depende.

Se o que você busca é segurança, se não quer correr risco de perder nem um centavo, o Tesouro Direto é um excelente investimento.

Nesse caso, se você puder aguardar até a data de vencimento, o Tesouro IPCA e o Tesouro Prefixado tendem são os mais indicados. Já se você não pode ou não sabe se pode aguardar até o vencimento, o melhor é o Selic, porque permite o resgate a qualquer momento sem risco de prejuízo.

Porém, se você quer uma rentabilidade maior do que essa que eu citei aqui, terá que partir para investimentos de renda variável, como os fundos imobiliários ou as ações na Bolsa. Só que essas modalidades têm um risco considerável. Sendo do seu interesse, continue acompanhando minha coluna, pois frequentemente eu falo sobre elas.

Alguma dúvida?

Tem alguma dúvida sobre investimentos? Me siga no Instagram e envie uma mensagem por lá. Sua pergunta poderá ser respondida futuramente nesta coluna.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.