PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Veja as quatro ações da Bolsa mais indicadas por analistas para janeiro

Exclusivo para assinantes UOL

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/01/2021 04h00

O monitoramento feito pelo UOL Economia+ mostra quatro ações entre as mais recomendadas por especialistas em janeiro. Os papéis da mineradora Vale estão no topo da lista, com sete indicações, considerando as carteiras divulgadas por oito instituições*.

Confira a seguir a relação completa:

  • Vale (VALE3): 7 recomendações
  • Petrobras PN (PETR4): 5 recomendações
  • Bradesco PN (BBDC4): 4 recomendações
  • Via Varejo (VVAR3): 4 recomendações

*Levantamento feito com base nas carteiras recomendadas pelas seguintes instituições: Ágora Investimentos, Banco Inter, BB Investimentos, BTG Pactual, Mirae Asset Corretora, Necton Investimentos, Planner Corretora e Santander Corretora.

Horizonte é positivo para emergentes

Em seu relatório deste mês, o BTG Pactual diz que o aumento do apetite pelo risco dos agentes globais pode ser a principal força motriz para as ações dos mercados emergentes em 2021. Segundo a instituição, a análise se baseia em perspectivas encorajadoras para a economia mundial --com a vacinação contra a covid-19 em andamento--, taxas de juros com recorde de baixa em vários países e estímulos econômicos adicionais nos EUA.

Nos últimos dois meses, afirma o BTG, tivemos uma mostra do que o aumento do interesse nos mercados emergentes pode significar para as ações locais.

As entradas em ações brasileiras por investidores estrangeiros atingiram R$ 33 bilhões apenas em novembro e outros R$ 18 bilhões até 28 de dezembro, destaca a banco. "Com fortes ventos favoráveis soprando dos mercados globais, apenas uma gestão desastrosa da delicada situação fiscal do país poderia estragar a festa."

O relatório ressalta ainda que, do lado da atividade econômica, os dados mais recentes apontam para uma recuperação robusta e intensa, que surpreendeu positivamente.

Nesse contexto, o BTG diz haver espaço para as ações brasileiras apresentarem um bom desempenho neste ano. "Preferimos setores mais diretamente expostos ao crescimento global (petróleo, materiais básicos), construção e infraestrutura", afirma a instituição. "Também buscaríamos proteção contra a inflação e beneficiários diretos de taxas de juros de curto prazo mais altas."

De acordo com o banco, temas como o aprofundamento financeiro ("financial deepening") e a desintermediação devem continuar relevantes em 2021. "Por fim, as perspectivas de uma vacina podem acelerar a recuperação dos shoppings."

Vale ganha com produção e preço do minério

A exemplo de dezembro, as ações da Vale abrem 2021 entre as mais recomendadas pelos analistas. Os papéis figuram em sete dos oito portfólios indicados por bancos e corretoras para janeiro, conforme acompanhamento feito pelo UOL Economia+.

Para a Ágora Investimentos, os papéis da Vale devem se beneficiar, no curto e médio prazo, do aumento da produção de minério de ferro, que "continuam surpreendendo positivamente".

A instituição inclusive ajustou para cima suas projeções para o preço da commodity neste ano, em 2022e 2023. Os valores subiram para US$ 120, US$ 90 e US$ 80 a tonelada, ante previsão inicial de US$ 90, US$ 80 e US$ 75.

"Projetamos um déficit de cerca de 80 milhões de toneladas no mercado global de minério de ferro em 2021, impulsionado pela ainda forte demanda chinesa de aço (+4%), recuperação na Ásia e Europa e baixo desempenho da oferta", diz o relatório da Ágora.

Recentemente, a Vale divulgou previsão de investir US$ 5,8 bilhões neste ano, ante estimativa de que os números fechados em 2020 totalizem US$ 4,2 bilhões.

Alterações e portfólios completos indicados

Ágora Investimentos

  • Incluiu: Iochpe-Maxion (MYPK3) e Suzano (SUZB3).
  • Retirou: Klabin Unit (KLBN11) e Via Varejo (VVAR3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Eletrobras PNB (ELET6), Iguatemi (IGTA3), Iochpe-Maxion (MYPK3), Itaú PN (ITUB4), Omega Geração (OMGE3), Petrobras PN (PETR4), Rumo (RAIL3), Suzano (SUZB3) e Vale (VALE3).

Banco Inter

  • Carteira recomendada: Aliansce Sonae (ALSO3), Alupar Unit (ALUP11), Bradesco PN(BBDC4), Direcional (DIRR3), Klabin Unit (KLBN11), Lojas Renner (LREN3), Movida (MOVI3), Panvel (PNVL3), Sanepar Unit (SAPR11) e Vale (VALE3).

Obs: iniciou neste mês a divulgação de carteira recomendada.

BB Investimentos

  • Incluiu: Copasa (CSMG3), Itaú PN (ITUB4) e Simpar (SIMH3).
  • Retirou: Bradesco PN (BBDC4), BRF (BRFS3) e Raia Drogasil (RADL3).
  • Carteira recomendada: Centauro (CNTO3), Copasa (CSMG3), Cyrela (CYRE3), Ecorodovias (ECOR3), Itaú PN (ITUB4), Magazine Luiza (MGLU3), Randon PN (RAPT4), Santander Unit (SANB11), Simpar (SIMH3) e Vale (VALE3).

BTG Pactual

  • Incluiu: Aliansce Sonae (ALSO3), Itaú PN (ITUB4) e Totvs (TOTS3).
  • Retirou: CCR (CCRO3), Magazine Luiza (MGLU3) e TIM (TIMS3).
  • Carteira recomendada: Aliansce Sonae (ALSO3), B3 (B3SA3), Cyrela (CYRE3), Gerdau PN (GGBR4), Itaú PN (ITUB4), Oi (OIBR3), Petrobras PN (PETR4), Suzano (SUZB3), Totvs (TOTS3) e (VALE3).

Mirae Asset Corretora

  • Incluiu: Bradesco PN (BBDC4), Petrobras PN (PETR4), Romi (ROMI3) e Usiminas PNA (USIM5).
  • Retirou: Cosan (CSAN3), Duratex (DTEX3), Iochpe-Maxion ON (MYPK3) e Klabin Unit (KLBN11).
  • Carteira recomendada: Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco PN (BBDC4), Gerdau PN (GGBR4), Magazine Luiza (MGLU3), Petrobras PN (PETR4), Randon PN (RAPT4), Romi (ROMI3), Usiminas PNA (USIM5), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

Necton Investimentos

  • Incluiu: M.Dias Branco (MDIA3), Petz (PETZ3) e Santos Brasil (STBP3).
  • Retirou: B3 (B3SA3), ETF Small Caps (SMALL1) e MRV (MRVE3).
  • Carteira recomendada: Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco PN (BBDC4), M.Dias Branco (MDIA3), Multiplan (MULT3), Petrobras PN (PETR4), Petz (PETZ3), Santos Brasil (STBP3), Simpar (SIMH3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

Planner Corretora

  • Incluiu: Petrobras PN (PETR4)
  • Retirou: NotreDame Intermédica (GNDI3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), BR Distribuidora (BRDT3), Ecorodovias (ECOR3), M.Dias Branco (MDIA3), Minerva (BEEF3), Neoenergia (NEOE3), Petrobras PN (PETR4), Telefônica Brasil (VIVT3), Trisul (TRIS3) e Via Varejo (VVAR3).

Santander Corretora

  • Incluiu: BR Distribuidora (BRDT3).
  • Retirou: B2W (BTOW3).
  • Carteira recomendada: Bradesco PN (BBDC4), BR Distribuidora (BRDT3), BTG Pactual Unit (BPAC11), Ecorodovias (ECOR3), Klabin Unit (KLBN11), Petrobras ON (PETR3), SulAmérica Unit (SULA11), Totvs (TOTS3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

O preço e o desempenho das ações podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.