PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Com Messi no PSG, criptomoeda do time dispara 132%; vale a pena investir?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Raphael Coraccini

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/08/2021 18h15

A entrada do jogador Leonel Messi no clube francês PSG fez a criptomoeda do time disparar. O ativo $PSG subiu quase 132%, entre a última quinta-feira (5), quando o Barcelona confirmou a saída do jogador, até esta terça (10), quando o PSG confirmou a chegada de Messi ao time. A cotação saiu de US$ 22 para US$ 51 nesse período, segundo o CoinMarket.

Diferentemente de uma cripto "tradicional", como o bitcoin, a moeda do clube é um token fan e oferece benefícios a quem investe nela, como aquisição de materiais exclusivos do clube ou a presença em eventos fechados. A ideia, segundo especialistas, é que esse tipo de ativo seja direcionado a quem é fã. Será que vale a pena investir? Entenda abaixo.

Moedas de times dão benefícios

As criptos se valorizam, geralmente, com a criação de novos protocolos e a tokenização de novos ativos, diz Rodrigo Borges, CEO da Sppyns Swiss AG, hub de criptoeconomia com sede na Suíça. Mas, no caso da moeda dos times de futebol, há outras variáveis que carregam o preço do ativo para cima ou para baixo, como o desempenho do time dentro de campo.

"Eu acredito que o potencial de valorização do token do PSG seja grande, não só pelos aspectos econômicos do token, mas também pela paixão dos torcedores", diz.

Para o analista, a duração dessa valorização vai depender do desempenho do jogador e do time como um todo ao longo do tempo.

Também contribui para manter o preço em alta o clube abrir portas que antes ficavam fechadas aos torcedores, permitindo que eles acessem eventos fechados, por exemplo.

A cripto do PSG já permite que o torcedor participe das decisões do clube por meio do voto em assembleias.

Brasileiros podem investir?

O investidor brasileiro pode não estar muito interessado em intervir no futuro do PSG, mas pode estar de olho no potencial de valorização de um ativo de um dos times que mais têm adquirido adeptos pelo mundo.

Os tokens do PSG estão disponíveis para compras em exchanges que podem ser acessadas por investidores do mundo todo.

"Não é um valor mobiliário, emitido dentro do Brasil pela CVM, mas qualquer um que tenha conta nessas exchanges pode comprar", explica Borges. O token está à venda em casas como Binance, Gate.io, Paribu e Upbit, entre outras.

Apesar disso, como não será possível usufruir, aqui no Brasil, dos benefícios oferecidos pela moeda, especialistas alertam para os riscos desse tipo de investimento.

Cripto vai subir mais com Messi?

Para Fabrizio Gueratto, financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira, a chegada de Messi tende a aumentar a receita do clube por meio da chegada de novos patrocinadores, vendas extras de ingressos e itens de colecionador, "o que consequentemente trará mais pessoas para a rede de Fan Token do time", diz.

Estes ativos podem subir bastante, segundo Gueratto, mas isso vai depender do crescimento de toda a rede e do ecossistema do $PSG, assim como demanda e engajamento da torcida em relação ao clube.

"Quanto mais pessoas e torcedores entrarem na rede de token, maior a valorização do ativo. Sendo assim, o desempenho e influência do time interfere bastante", avalia.

Felippe Percigo, investidor profissional e professor de MBA em Finanças Digitais e Blockchain, reforça que a valorização do ativo não segue exatamente um padrão racional, já que respeita os resultados em campo e movimentos especulativos do mercado da bola.

"Os benefícios dos sócios não aumentam nem se modificam por conta de uma contratação como a do Messi. Não tem nada nessa contratação que faça o preço subir pelos fundamentos", afirma.

Percigo acredita que vai haver, em breve, uma desvalorização no preço do ativo, mas que deve retomar o crescimento se o desempenho de Messi e seus novos companheiros ajudar.

"As pessoas vão perceber que o Messi ter entrado ou não na equipe não impactou na usabilidade do token. Continua com as mesmas funções, mas agora tem uma estrela a mais no time. Novas altas do preço tem a ver com a perspectiva dentro de campo", diz o analista.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE