PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Queda do PIB da Zona do Euro no 1º trimestre foi menor que a primeira estimativa

Bar em Londres, na Inglaterra; uma recessão técnica sob o efeito das restrições sanitárias da covid-19 foi confirmada - Getty Images
Bar em Londres, na Inglaterra; uma recessão técnica sob o efeito das restrições sanitárias da covid-19 foi confirmada Imagem: Getty Images

Da AFP, em Bruxelas

08/06/2021 06h59Atualizada em 08/06/2021 07h18

O Produto Interno Bruto (PIB) da Eurozona registrou queda menor que a primeira estimativa, anunciou a agência europeia de estatísticas Eurostat, que, no entanto, confirmou uma recessão técnica sob o efeito das restrições sanitárias da covid-19.

O PIB dos países que adotam a moeda única registrou queda de 0,3% entre janeiro e março, na comparação com o trimestre anterior, de acordo com a segunda estimativa da Eurostat. A primeira avaliação, publicada em abril, apontava um retrocesso de 0,6%.

A queda segue um recuo de 0,6% no quarto trimestre de 2020, também um pouco menos intenso que o esperado.

O resultado negativo do PIB durante dois trimestres consecutivos define tecnicamente uma recessão.

A maioria dos analistas espera uma forte recuperação no segundo trimestre (abril-junho) graças à flexibilização gradual das restrições sanitárias que prejudicaram as atividades, especialmente nos serviços relacionados com transportes, hotéis e turismo.

A Zona do Euro é o espaço compartilhado por 19 países da União Europeia que adotaram o euro como moeda. A política monetária é conduzida pelo Banco Central Europeu.