Droga da Biogen-Ionis para doença muscular fatal ganha aprovação

Doni Bloomfield

(Bloomberg) -- O medicamento da Biogen e da Ionis Pharmaceuticals para uma rara doença muscular fatal ganhou aprovação dos órgãos reguladores dos EUA, dando à Biogen um possível sucesso de vendas no momento em que seu novo CEO está assumindo o controle.

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) informou na sexta-feira que liberou o medicamento, chamado Spinraza, primeira droga aprovada para tratamento de crianças e adultos com atrofia muscular espinhal. As ações de ambas as farmacêuticas subiram nas negociações após o fechamento do mercado.

Nesta semana, a Biogen nomeou Michel Vounatsos como novo CEO e a empresa com sede em Cambridge, Massachusetts, EUA, está procurando ampliar as vendas em meio ao crescimento lento de seus tratamentos para esclerose múltipla.

O Spinraza é especialmente importante depois que diversos medicamentos da Biogen fracassaram ou não foram levados adiante. A companhia também pode enfrentar uma concorrência mais acirrada por suas terapias para esclerose múltipla se um produto da Roche Holding for aprovado no ano que vem. As vendas do Spinraza deverão superar US$ 1 bilhão até 2020, segundo a média de estimativas de analistas compilada pela Bloomberg.

"Queremos lançar a droga o mais rapidamente possível", disse Al Sandrock, diretor médico da Biogen, em entrevista por telefone, antes do anúncio da aprovação. "Considerando a gravidade dessa doença, eu espero que a maioria das crianças que precisam desse medicamento o obtenha dentro do primeiro ano ou menos."

A atrofia muscular espinhal é provocada pela produção defeituosa de uma proteína de que as células nervosas da medula espinhal precisam para sobreviver. O Spinraza é desenvolvido para aumentar a produção dessa proteína pelo corpo.

A maioria dos bebês com uma versão da condição chamada tipo 1 morre nos dois primeiros anos de vida, segundo o National Institutes of Health (NIH), dos EUA, enquanto os portadores do tipo 2 chegam a viver até o início da vida adulta.

Um programa para tratamento de bebês com o tipo 1 da doença com o Spinraza antes de ele ser aprovado poderá ajudar no lançamento comercial, disse Sandrock. Cerca de 140 bebês tomaram o medicamento por meio do programa, um terço deles nos EUA, segundo Ligia Del Bianco, porta-voz da Biogen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos