Bolsas

Câmbio

Como ganhar mais no mercado de câmbio? Usando o Twitter

Liam Vaughan

  • AP

(Bloomberg) -- Basta olhar o Twitter para ter vantagem nos mercados de câmbio. É esta a conclusão de um novo estudo acadêmico.

Vender e comprar o euro com base em previsões divulgadas na rede social por pessoas que acompanham o mercado proporciona retorno ajustado pelo risco quase quatro vezes maior do que as estratégias tradicionais de carry trade, segundo estudo de Vahid Gholampour e Eric van Wincoop publicado no mês passado.

A chance de superar o mercado é maior para quem acompanha usuários do Twitter com pelo menos 500 seguidores. A pesquisa os caracterizou como "agentes informados", pois muitos atuam como corretores, analistas e comentaristas de finanças. As conclusões ampliam a literatura acadêmica que sustenta que informações que movem os mercados circulam nas mídias sociais antes de se refletirem nos preços dos ativos.

"O nível de desempenho definitivamente me surpreendeu", disse Wincoop, que já trabalhou como economista no escritório regional do banco central americano (Federal Reserve) em Nova York e foi supervisor do doutorado de Gholampour durante os três anos de pesquisa na Universidade de Virgínia. "Confirma a ideia de que o Twitter é uma boa fonte de informação privada."

O Twitter tem 313 milhões de usuários ativos mensalmente que oferecem opiniões em 140 caracteres sobre tudo o que se pode imaginar. Mas as previsões para as taxas de câmbio geralmente são compartilhadas por gente que participa do jogo e se importa com sua credibilidade -- por isso talvez seja sensato prestar atenção no que eles têm a dizer.

Retorno consistente

Muitos cultivam público cativo. As considerações do operador de câmbio de Londres @trader_dante aparecem nos feeds de notícias de 23.600 usuários. Já @50Pips, que apresenta apostas e oferece análises técnicas diariamente, tem quase 65.000 seguidores.

Em dados coletados entre outubro de 2013 e março de 2016, Gholampour e Wincoop identificaram 27.557 tweets com projeções sobre se o euro subiria, cairia ou permaneceria no mesmo patamar em relação ao dólar. Eles então testaram o grau de precisão das opiniões criando um modelo para calcular o retorno ajustado pelo risco que estaria disponível aos investidores que seguissem esses conselhos.

A conclusão é que apostas com base no sentimento dos "agentes informados" geravam índice de Sharpe (medida amplamente usada de retorno por unidade de risco) de 1,68, comparado a um índice anualizado de 0,44 para a estratégia de carry trade de longo prazo (que envolve a venda de moeda com juro baixo e uso dos recursos para compra de moeda de maior rendimento).

Quanto maior o índice de Sharpe, melhor, pois indica que, quando removida a volatilidade, uma estratégia de investimento oferece retorno consistente ao longo do tempo. Mesmo os especialistas em previsões com menos de 500 seguidores no Twitter atingiram 0,77.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos