Bolsas

Câmbio

Jack in the Box mira usuários de maconha na Califórnia

Craig Giammona

(Bloomberg) -- No momento em que o estado americano da Califórnia se prepara para a legalização da maconha para uso recreativo, que entra em vigor em 1o de janeiro, a rede de fast food Jack in the Box está se associando a uma empresa de mídias digitais apoiada pelo rapper Snoop Dogg para lançar um novo lanche voltado aos fãs da erva. Apesar de a conexão da maconha com os lanches fast food estar consolidada há tempos, o Jack in the Box se tornará a primeira rede dos EUA a focar abertamente na droga.

O "Merry Munchie Meal", que será disponibilizado em três estabelecimentos da Califórnia por uma semana em janeiro a US$ 4,20, oferece dois tacos, batata frita, anéis de cebola, cinco minichurros, três iscas de frango e uma bebida pequena. O preço não foi escolhido aleatoriamente: o número 420 é usado como código pelos usuários de maconha.

O Jack in the Box, com mais de 2.200 restaurantes, enfrenta dificuldades devido à concorrência intensa do ressurgente McDonald's e de suas principais rivais, as redes de hamburguerias Burger King e Wendy's. No início do mês, a empresa com sede em San Diego fechou a venda da rede Qdoba à firma de private equity Apollo Global Management.

A maconha legalizada pode ajudar a empresa a recuperar alguma atenção.

"Nosso objetivo é receber bem os convidados, independentemente do que anseiam comer ou do que os fez ter fome", disse Iwona Alter, diretora de marketing da rede.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos