ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Airbus quer oferecer cochilo em compartimento de carga de aviões

Divulgação
Compartimento de carga de aviões da Airbus terá local para cochilo Imagem: Divulgação

Benjamin D. Katz

10/04/2018 13h07

(Bloomberg) -- Não será um quarto com vista, mas poderá ajudar a evitar dores no pescoço. Os passageiros de aviões Airbus em breve poderão tirar um bom cochilo no compartimento de carga.

A fabricante de aviões europeia trabalha com a fabricante de assentos Zodiac Aerospace no design e na construção de leitos planos que seriam encaixados nos compartimentos de carga, no convés inferior. As camas inicialmente serão oferecidas em aeronaves de fuselagem larga Airbus A330 a partir de 2020, anunciaram as empresas nesta terça-feira, em conferência, em Hamburgo.

Leia também:

A ideia de oferecer áreas criadas especialmente para dormir em aviões também foi levantada no mês passado pelo CEO da Qantas Airways, Alan Joyce, que disse que a empresa aérea estuda opções para tornar os voos ultralongos mais toleráveis para os passageiros. A Qantas avalia voos diretos da Austrália para os EUA e a Europa que exigiriam que os viajantes passassem até 17 horas consecutivas em voo. Joyce disse que a aérea poderia lançar uma nova estrutura de quatro classes e destinar parte do compartimento de carga para camas.

Segundo o plano da Airbus, os leitos seriam instalados como módulos, que poderiam ser rapidamente substituídos por configurações de carga normais durante o tempo de parada normal no aeroporto. Anteriormente, compartimentos de carga foram projetados como áreas de descanso da tripulação de cabine e instalações religiosas.

As empresas aéreas poderão reformar aviões antigos com os módulos ou incluí-los em aeronaves que estão saindo da linha de produção, segundo a fabricante. A Airbus estuda também a possibilidade de oferecer compartimentos similares para dormir no avião A350.

Revisão tira mais de 1.600 peças de dentro de avião; veja

UOL Notícias

Mais Economia