PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Safra de batata do Reino Unido corre risco por mudança climática

Áine Quinn

06/02/2019 14h58

(Bloomberg) -- O futuro de um dos alimentos preferidos dos britânicos pode estar em risco, porque a mudança climática está ameaçando áreas de cultivo de batatas, além de afetar outras frutas e vegetais, segundo cientistas da Universidade de Leeds.

A mudança climática está aumentando a probabilidade de ocorrência de ondas de calor como as que prejudicaram as safras britânicas no ano passado, segundo Piers Forster e Kate Sambrook, do Priestley International Centre for Climate, da universidade. Na hipótese de um nível elevado de emissões, as temperaturas máximas no verão podem chegar a subir 5 graus Celsius até a década de 2050, segundo as projeções deles, que se baseiam em dados recentes do Serviço Meteorológico do Reino Unido.

O sul da Inglaterra, onde grande parte das frutas e vegetais do país é cultivada, sofreria as maiores mudanças. Isso pode colocar em risco a produção de batatas, porque elas precisam de muita chuva. O calor e a seca do último verão fizeram com que os preços triplicassem no Reino Unido e obrigaram as lanchonetes que servem peixe com batata frita a elevar seus preços.

A pesquisa foi publicada em um relatório do grupo ativista Climate Coalition, que afirmou que a superfície adequada para o cultivo de batata poderia diminuir 74 por cento até a década de 2050 por causa da mudança climática.

"Agora vemos a tendência da mudança climática na geada tardia que tivemos no ano passado e na onda de calor extremo", disse Sambrook em entrevista por telefone, acrescentando que ambos os fenômenos abalaram as safras de batata.

Mas não apenas as batatas estão em risco. As safras de cenoura, maçã e cebola do Reino Unido também foram impactadas nos últimos anos por temperaturas acima da média, segundo o relatório. Mais de metade das fazendas do Reino Unido afirma ter sido afetada por um evento climático grave nos últimos 10 anos.