IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Cotações


Uber pretende levantar até US$ 9 bi no maior IPO do ano

Olivia Zaleski e Eric Newcomer

26/04/2019 10h30

(Bloomberg) -- A Uber Technologies pretende captar até US$ 9 bilhões em uma oferta pública inicial de ações, o que poderia avaliar a gigante de aplicativo de transporte em US$ 84 bilhões.

A empresa de transporte urbano planeja oferecer 180 milhões de ações a uma faixa de preço entre US$ 44 e US$ 50 cada, segundo fato relevante divulgado na sexta-feira. Com o registro da oferta, a Uber poderia estrear na Bolsa de Valores de Nova York em maio, no que seria o maior IPO do ano nos Estados Unidos.

No topo da faixa de preço, a Uber seria avaliada em US$ 84 bilhões, com base no número de ações em circulação no mercado após a oferta, segundo o fato relevante. Em uma base totalmente diluída, incluindo opções de ações, ações restritas e outras participações não incluídas no total em circulação, o valuation poderia superar US$ 91,5 bilhões.

A PayPal Holdings vai comprar US$ 500 milhões em ações por meio de uma colocação privada com o preço do IPO da Uber. O investimento faz parte de um acordo para ampliar a parceria da empresa de pagamentos com a Uber. As duas empresas planejam trabalhar juntas para desenvoler uma carteira digital para a Uber, segundo um porta-voz da PayPal.

No piso da faixa, o preço avaliaria a Uber um pouco acima de US$ 74 bilhões, abaixo de sua mais recente rodada de financiamento privado, na qual a Toyota Motor fez um aporte com um valuation de US$ 76 bilhões. A Uber está adotando uma abordagem conservadora em relação ao seu valuation e poderá elevar o preço depois, dependendo da demanda dos investidores, disseram pessoas a par do assunto. No ano passado, bancos de investimento interessados em liderar a oferta disseram à Uber que a empresa poderia ser avaliada em até US$ 120 bilhões em um IPO.

Alguns IPOs recentes de unicórnios do setor de tecnologia mostraram valuations mais baixos depois de anos de acesso a grandes fontes de capital privado. As ações da Lyft, concorrente da Uber que estreou na bolsa em março com um valuation de US$ 20,5 bilhões, caíram 22% desde então, para um nível bem abaixo do preço do IPO. A Lyft tinha um valor de mercado de US$ 16,1 bilhões até quinta-feira, montante mais próximo do valuation de US$ 15,1 bilhões em sua última rodada de financiamento privado.

Ao mesmo tempo, as ações do Pinterest dispararam desde a precificação de seu IPO em 17 de abril, que ficou abaixo de seu valuation mais recente de US$ 12,3 bilhões. As ações se valorizaram 52% em relação ao preço de estreia na bolsa na quinta-feira, de US$ 28,80, avaliando a plataforma de compartilhamento de imagens em US$ 15,2 bilhões.

A Uber inicia nesta sexta-feira um road show, quando apresentará o plano do IPO para potenciais investidores, segundo documento revisado pela Bloomberg. Morgan Stanley, Goldman Sachs Group e Bank of America são os coordenadores da oferta.

Mais Cotações