Bolsas

Câmbio

Oracle se associa a empresa brasileira para transmissão de dados na nuvem

São Paulo, 3 jul (EFE).- A multinacional americana Oracle se associou à brasileira Aloo Telecom para oferecer serviços de transmissão de alta velocidade de dados através da nuvem.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a Aloo Telecom, com sede em Alagoas e uma líderes do setor de transmissão de dados no Nordeste, indicou que a iniciativa faz "parte da estratégia de expansão da companhia no território nacional". A primeira etapa dessa expansão deve ocorrer nos próximos dois anos.

A ferramenta Aloo Cloud Powered by Oracle começara a ser comercializada neste mês, utilizará a rede de fibra ótica de alta velocidade para transmissão de dados, com uma capacidade de quatro terabytes por segundo, de acordo com o comunicado.

"No Brasil, se consomem hoje, em média, cinco terabytes de internet por segundo, e a nossa expectativa é que a utilização deverá chegar a 20 terabytes por segundo nos próximos três anos", indicou Felipe Cansanção, diretor-executivo da Aloo Telecom.

O vice-presidente de Inovação da Oracle para a América Latina, Fernando Lemos, destacou a infraestrutura da rede da empresa brasileira, que tem 3 mil clientes corporativos em 14 estados.

A aliança é a primeira desse tipo estabelecida pela Oracle no Brasil, a quarta na América Latina. A expectativa da Aloo Telecom com o acordo é aumentar seu faturamento em 15% até 2018, ano em que a região deve ter um aumento de investimentos na nuvem de 40%, de acordo com a consultoria IDC.

Em 2016, a Aloo Telecom cresceu 43% em termos de expansão e prevê para o próximo biênio investimentos de R$ 75 milhões, parte deles focada no segmento de dados na nuvem;

Outra empresa brasileira do setor de banco de dados, a Odata, controlada pelo fundo Pátria Investimentos, anunciou hoje um investimento de US$ 100 milhões para expandir seus serviços na Colômbia, onde se instalará na zona franca de Bogotá, em uma operação conjunta com o grupo colombiano Navitrans.

Segundo o presidente da Odata, Ricard Alário, a empresa espera abrir outros três centros de dados na Colômbia nos próximos sete anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos