General Electric anuncia 12 mil demissões no mundo todo

Nova York, 7 dez (EFE).- A General Electric anunciou nesta quinta-feira um plano de redução de custos que inclui a demissão de 12 mil funcionários no mundo todo, com a intenção de economizar US$ 1 bilhão.

"Esta decisão foi dolorosa, mas necessária para a GE Power responder à interrupção no mercado de energia que está gerando volumes significativamente menores em produtos e serviços", disse o diretor da GE Power, Russell Stokes, em comunicado.

O fechamento dos postos de trabalho faz parte do amplo plano de reestruturação que a General Electric anunciou em novembro. A intenção é focar em três setores e isso implica um corte em 50% do seu dividendo e a redução de lugares no conselho administrativo.

Leia também:

Conforme o texto, a empresa espera que as mudanças ajudem a fortalecer a competitividade da GE Power em nível mundial e que 2018 seja um ano de "desafios" para estar "melhor posicionado" com relação ao futuro em 2019.

"Os mercados de energia tradicionais, incluindo o gás e o carvão, suavizaram e os volumes caíram significativamente (...) pelo excesso de capacidade e um crescimento geral nas renováveis", precisou a companhia.

Criada há 125 anos, a General Electric abrange variadas atividades e tem cerca de 300 mil trabalhadores no mundo todo.

As ações do General Electric, uma das 30 que fazem parte do Dow Jones Industrial, subiam 1,42% hoje na Bolsa de Nova York (NYSE), onde desabaram mais de 43% desde que começou o ano.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos