PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Putin diz que Rússia não tem intenção de prejudicar a economia global

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante pronunciamento à nação em Moscou - Alexey Nikolsky/Kremlin/Sputnik via Reuters
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante pronunciamento à nação em Moscou Imagem: Alexey Nikolsky/Kremlin/Sputnik via Reuters

24/02/2022 20h34

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta quinta-feira que o país faz parte da economia global e que não tem intenção de prejudicá-la, em meio à ofensiva militar contra a Ucrânia, que foi iniciada ainda na noite de ontem.

"A Rússia segue sendo parte da economia mundial. Não temos a intenção de causar dano ao sistema do qual fazemos parte", afirmou o chefe de governo, em uma reunião com diretores de grandes empresas nacionais, em que foi analisada a situação após o início dos ataques contra o país vizinho.

"Me parece que nossos parceiros devem entender isso e não se dedicar a tarefa de nos tirar desse sistema", completou o presidente russo, na conversa que foi transmitida pela emissora estatal "Rossía 24".

Putin admitiu que existirão restrições na Rússia e que não podem ser previstos todos os riscos geopolíticos pela ofensiva lançada contra o território ucraniano, que foi lançada ontem. No entanto, o chefe de governo prometeu estar próximo dos empresários.

"O mais importante é que é necessário manter um contato permanente, reagir atentamente ao que acontece e, se necessário, corrigir nosso trabalho conjunto", afirmou.

Além disso, Putin se disse confiante que, nas novas condições, os empresários e industrias seguirão trabalhando com as autoridades do país, com a mesma eficiência.

"Tudo o que acontece é uma medida obrigada. Não nos deixaram nenhuma oportunidade de atuar de outra maneira" disse o presidente russo, em referência à ação contra a Ucrânia.