Bolsas

Câmbio

Kaplan, do Fed, prevê mais duas altas de juros em 2017

São Paulo

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Dallas, Robert Kaplan, defendeu duas novas elevações de juros ainda este ano, que seriam seguidos de um início na redução do balanço para o restante do ano.

Em entrevista à CNBC, no entanto, o dirigente, que tem poder de voto este ano, se mostrou cético quanto à recuperação da economia, notando que ela deve continuar a crescer 2% ao ano, e não 3% como a equipe econômica do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vem prevendo.

"A questão é que o crescimento da força de trabalho está bastante frágil. Meu entendimento é de que a expansão econômica permanecerá morosa pelos próximos dez anos, uma vez que a população está envelhecendo."

Apesar disso, Kaplan se manteve firme na visão de mais dois apertos monetários este ano, seguidos do início da redução do portfólio do Fed, cujo tamanho atual é de cerca de US$ 4,5 trilhões em ativos. O dirigente entende que esse volume possa ser reduzido para US$ 2 trilhões.

O dirigente também comentou sobre as promessas da Casa Branca para aquecer a economia, alertando que algumas podem ter efeito positivo, enquanto outras, como restrições à imigração, apenas teriam efeito negativo de curto prazo.

"Se for reforma tributária, acho que pode ser benéfico. Se forem cortes de impostos financiados por déficit mais alto, minha preocupação de que o impulso de curto prazo no Produto Interno Bruto (PIB) não se mostre sustentável", afirmou ao canal de televisão norte-americano. (Marcelo Osakabe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos