IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Reforma da Previdência


Guedes: 'O Brasil precisa de R$ 1 trilhão, não é a equipe econômica'

Paulo Guedes, ministro da Economia - Eduardo Anizelli/Folhapress
Paulo Guedes, ministro da Economia Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress

Eduardo Rodrigues e Augusto Decker

São Paulo

20/03/2019 17h03Atualizada em 20/03/2019 20h10

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (20) que a reforma da Previdência dos militares "trata mais da distribuição de tarefas e 'pontos'". Segundo ele, "o Brasil precisa de R$ 1 trilhão" com a reforma, "e não a equipe econômica".

As declarações foram dadas no Congresso Nacional, em Brasília, onde ele, o presidente Jair Bolsonaro e outras autoridades foram entregar a proposta de reestruturação do sistema de proteção social das Forças Armadas.

"Se conseguirmos fazer isso, não condenaremos as próximas gerações a ficarem presas às mesmas armadilhas", como insolvência, disse o ministro da Economia, passando a bola para o Congresso debater a proposta.

Guedes disse ainda que as Forças Armadas estão fazendo grande sacrifício, e que o governo e a equipe econômica estão "bastante satisfeitos" com as negociações com militares.

O ministro da Economia indicou que a reforma é necessária para que o governo tenha condições de pagar os benefícios a todos os trabalhadores: "precisamos de potência fiscal para manter compromisso de pagar aposentadorias", completou.

Leia mais sobre a reforma dos militares:

Bolsonaro entrega proposta de reforma da Previdência dos militares

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência