PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Maio é a previsão para fim de audiências na comissão da reforma, corrige Ramos

André Ítalo Rocha e Bárbara Nascimento

São Paulo

10/05/2019 10h57

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), corrigiu a informação que havia passado na manhã desta sexta-feira, 10, sobre a previsão para o fim do período de audiências públicas na comissão. Segundo ele, as audiências públicas para discutir a proposta na comissão estão previstas para ocorrer até o fim de maio, e não até o fim de junho, como Ramos havia dito em evento na Fundação Getulio Vargas (FGV).

"Daí em diante, teremos as emendas, os destaques e outras coisas relacionadas ao conteúdo", afirmou o parlamentar, durante o evento na FGV.

Em seguida, Ramos sugeriu que a proposta só deve ir a plenário quando houver 308 favoráveis à reforma para aprovação do texto no plenário da Câmara.

"Aí já não é mais tempo nosso da comissão, é o tempo da política. A comissão terá de coordenar trabalhos com a articulação do governo para garantir 308 votos para votar a matéria no plenário", disse Ramos.