IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Reforma da Previdência


Com placar folgado, será fácil aprovar reforma em 2º turno, diz economista

Eulina Oliveira

São Paulo

10/07/2019 20h41Atualizada em 10/07/2019 21h32

Com o placar de 379 votos favoráveis e 131 contrários ao texto-base da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, será fácil aprovar a proposta em segundo turno, avalia o economista-chefe da Necton, André Perfeito. Ele destaca que o discurso do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), antes de anunciar o resultado da votação, foi "poderoso".

Segundo Perfeito, o discurso evidencia o "protagonismo da Câmara neste momento decisivo do governo de Jair Bolsonaro". "Ele, Maia, trouxe assim o protagonismo das reformas para ele e o Congresso, já avisando que irá encaminhar a reforma da máquina pública", diz o economista.

"O poder migrou definitivamente do Planalto para o Congresso e o tom deverá ser este ao longo da atual legislatura", acrescentou Perfeito, para quem o mercado financeiro deve continuar otimista. "Mas devemos ter em mente a máxima que "se sobe no boato e cai no fato; muitas classes de ativos estão muito 'puxadas' e cabe agora uma apreciação mais pontual", opina.

Deputados aprovam texto principal da reforma da Previdência em 1º turno

UOL Notícias

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Reforma da Previdência