PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Fenafisco rechaça declaração de Bolsonaro sobre ICMS: "Inconsequente"

Presidente propôs zerar os tributos federais sobre combustíveis se os governadores aceitarem a redução do ICMS nos estados - Reuters
Presidente propôs zerar os tributos federais sobre combustíveis se os governadores aceitarem a redução do ICMS nos estados Imagem: Reuters

Denise Luna

Rio

05/02/2020 16h51

O presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), Charles Alcântara, rechaçou nesta quarta-feira, 5, as declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro, em que se propõe a zerar os tributos federais sobre combustíveis se os governadores aceitarem a redução do ICMS nos estados.

"É irresponsável e inconsequente. Num momento de agravamento da desigualdade social, aumento da pobreza e redução dos recursos para saúde, educação, saneamento e segurança, o que o presidente propõe ao país é o aumento da miséria e da violência e exclusão social", afirmou Alcântara, em nota.

A Federação afirma que "a declaração do presidente constrange e chantageia publicamente os governadores - exigindo-lhes que ajam como algozes da população", disse em nota.

A Fenafisco foi fundada em 1979 e representa os servidores públicos fiscais tributários da administração tributária estadual de todas as unidades federativas do País. A entidade reúne 32 sindicatos, com mais de 37 mil filiados.