PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Comércio do G-20 renova recorde no 2º trimestre, mas dá sinais de desaceleração

Sergio Caldas

São Paulo

24/08/2021 08h00

O comércio externo do G-20, como é conhecido o grupo das 20 maiores economias do mundo, atingiu novo recorde no segundo trimestre de 2021, depois de já alcançar patamar inédito no trimestre anterior, mas começa a dar sinais de desaceleração, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Relatório da OCDE publicado nesta terça-feira, 24, mostra que as exportações e importações do G-20 cresceram 4,1% e 6,4%, respectivamente, no segundo trimestre ante os três meses anteriores. No primeiro trimestre do ano, as exportações do grupo haviam subido em ritmo bem mais forte, de 8,6%, e as importações, de 8,5%.

Como ocorreu no trimestre anterior, o resultado do segundo trimestre se deve em grande parte à alta dos preços das commodities, uma vez que acúmulos nos embarques internacionais e problemas na oferta de semicondutores continuaram pressionando os preços dos bens comercializados, detalhou a OCDE.

No caso específico do Brasil, as exportações saltaram 29,4% no segundo trimestre, impulsionadas por vendas de minério de ferro e de soja, apontou a OCDE.

PUBLICIDADE