PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Secretário é exonerado na véspera de julgamento sobre Eletrobras no TCU

Hoje, Sachsida e o ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúnem para tratar sobre julgamento no TCU - Getty Images
Hoje, Sachsida e o ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúnem para tratar sobre julgamento no TCU Imagem: Getty Images

Luci Ribeiro

Em Brasília

17/05/2022 11h41Atualizada em 17/05/2022 11h43

O governo federal exonerou Christiano Vieira da Silva do cargo de secretário de Energia Elétrica do MME (Ministério de Minas e Energia), pasta liderada pelo ministro Adolfo Sachsida desde a semana passada.

A saída de Christiano ocorre na véspera de o TCU (Tribunal de Contas da União) julgar em sessão o processo de privatização da Eletrobras. Hoje, Sachsida e o ministro da Economia, Paulo Guedes, se reúnem para tratar sobre o assunto.

A exoneração do agora ex-secretário consta em portaria da Casa Civil da Presidência divulgada no DOU (Diário Oficial da União) de hoje e, segundo a publicação, ocorreu "a pedido".

Christiano Vieira da Silva estava no MME desde maio do ano passado, quando substituiu o então secretário de Energia Elétrica, Rodrigo Limp, que saiu do cargo para assumir a presidência da Eletrobras.

Antes do ministério, o agora ex-secretário era superintendente de Regulação dos Serviços de Geração da Agência Nacional de Energia Elétrica. O Diário Oficial não traz a nomeação do substituto de Christiano Vieira da Silva no MME.

Julgamento no TCU

O TCU analisará a segunda etapa do processo sobre a privatização da Eletrobras, o que deveria ter ocorrido ainda em abril, mas um pedido de vista do ministro Vital do Rêgo adiou o julgamento.

A expectativa do governo é que a Corte autorize a operação, que precisa sair até agosto para não ser afetada pelos prazos eleitorais.