IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Queda no preço de carne e frango ajuda na desaceleração da Alimentação no IPCA-15

Rio

24/02/2023 10h24

A queda nos preços de proteínas como as carnes e o frango ajudou a desacelerar o ritmo de aumento da alimentação na passagem de janeiro para fevereiro. O grupo Alimentação e Bebidas passou de uma alta de 0,55% em janeiro para uma elevação de 0,39% em fevereiro, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado nesta sexta-feira, 24, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo Alimentação e Bebidas deu uma contribuição de 0,08 ponto porcentual para a taxa de 0,76% do IPCA-15 deste mês.

A alimentação no domicílio subiu 0,38%, devido às altas da cenoura (24,25%), hortaliças e verduras (8,71%), leite longa vida (3,63%), arroz (2,75%) e frutas (2,33%).

Por outro lado, caíram os preços da cebola (-19,11%), tomate (-4,56%), frango em pedaços (-1,98%) e carnes (-0,87%).

A alimentação fora do domicílio subiu 0,40%. O lanche teve alta de 0,78%, e a refeição fora de casa aumentou 0,16%.