IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Discussão sobre ativos digitais e tokenização será prioridade do BC, diz diretor de regulação

O diretor de Regulação do BC, Otávio Damaso - 9.jun.2021 - Banco Central/Divulgação
O diretor de Regulação do BC, Otávio Damaso Imagem: 9.jun.2021 - Banco Central/Divulgação

Cícero Cotrim e Matheus Piovesana

Em São Paulo

04/04/2023 14h47Atualizada em 04/04/2023 15h00

O diretor de Regulação do Banco Central (BC), Otávio Damaso, afirmou nesta terça-feira, 4, que a discussão sobre ativos digitais e tokenização será uma das prioridades do seu departamento este ano. Ele participa de evento organizado pelo Bradesco BBI nesta tarde.

"É uma agenda que vai ocupar a área regulatória em 2023, 2024 em diante, que casa muito com a questão do CBDC (Central Bank Digital Currency, na sigla em inglês), do real digital", comentou.

Entre as prioridades para 2023, Damaso citou ainda completar a nova legislação cambial do País. Na parte prudencial, falou da importância de finalizar o acordo de Basileia.

Na pauta de inovação, o diretor do BC falou da importância de se avançar na discussão sobre a finalização do Open Finance. De acordo com Damaso, o Open Finance "já se tornou realidade" e já permite que clientes executem produtos e serviços de um banco a partir do outro.

Transformação digital

Otávio Damaso disse, ainda, que os três principais drivers da área em 2023 serão a transformação digital, a sustentabilidade e a estabilidade financeira.

No vetor de estabilidade financeira, o diretor do BC destacou que é necessário acompanhar questões "estruturais e conjunturais". Entre as conjunturais, citou o comportamento do mercado de crédito em meio ao processo global de normalização da política monetária.

"Mas também outros fatores que, de tempos em tempos, acabam afetando o mercado de crédito", acrescentou Damaso. "E, na questão conjuntural, eventos recentes observados nos Estados Unidos e na Europa."

Sobre a transição digital, Damaso disse que o processo é visto pelo regulador sob "vários prismas" e, na margem, com destaque para o processo de tokenização da economia. A discussão sobre sustentabilidade cresceu nos últimos anos, com enfoque na transição para uma economia de baixo carbono, que deve trazer oportunidades e desafios para o setor financeiro, afirmou.