IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Brasil perde uma posição, mas continua na elite dos países com mais bilionários

Nos três primeiros lugares da lista, aparecem os Estados Unidos, a China e a Alemanha, todos mantendo as posições de 2021 - Bruno Domingos/Reuters
Nos três primeiros lugares da lista, aparecem os Estados Unidos, a China e a Alemanha, todos mantendo as posições de 2021 Imagem: Bruno Domingos/Reuters

01/06/2023 21h48

O Brasil foi o 14° País com mais bilionários no mundo em 2022, segundo informações da décima edição do Censo Bilionário, realizado pelo Wealth-x, pertencente à empresa de dados Altrata. O levantamento, publicado na quarta-feira, 31, monitora as maiores fortunas do mundo. O Brasil caiu uma posição em relação ao censo do ano anterior, quando ficou em 13°.

Nos três primeiros lugares da lista, aparecem os Estados Unidos, a China e a Alemanha, todos mantendo as posições de 2021. A pesquisa também aponta que a população global de bilionários caiu para 3.194 indivíduos em 2022, queda de 3,5%, em meio a fatos como a pandemia, a guerra da Ucrânia, inflação elevada e aperto monetário. A última queda havia sido em 2018. A fortuna total da população de bilionários também caiu 5,5% no ano passado, chegando ao valor de US$ 11,1 trilhões, na segunda maior queda anual dos últimos dez anos.

Segundo o levantamento, a região da América Latina e do Caribe também teve queda no número de bilionários, de 3,4% para 141 indivíduos, mas a região foi uma das duas únicas (junto com o Oriente Médio) a ter aumento da riqueza dessa população, com alta de 5,7%, para US$ 491 bilhões. Apesar de cair uma posição, perdendo número de bilionários, o Brasil também teve aumento da fortuna total dessa população no País, que atingiu o valor de US$ 169 bilhões.

Cidades

O Brasil aparece novamente no levantamento, no ranking das cidades com maior número de bilionários em 2022: São Paulo aparece na 13ª posição, empatada com Istambul, na Turquia. A cidade manteve a posição do ano anterior.