ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Ex-donos das Casas Bahia estão arrependidos de fusão com Pão de Açúcar, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

25/10/2012 10h08Atualizada em 25/10/2012 10h51

A família Klein, antiga dona das Casas Bahia, se arrependeu de ter negociado a empresa com o Grupo Pão de Açúcar e estuda formas de reverter o negócio, diz reportagem desta quinta-feira (25) do "Valor". O plano de família é ficar com o controle da Via Varejo (união das Casas Bahia com o Ponto Frio).

De acordo com o jornal, a família Klein ameaça abrir um processo arbitral contra o Grupo Pão de Açúcar. Seria uma forma de deixar clara a insatisfação com o rumo que os negócios tomaram.

A família Klein quer mais poder ou dinheiro, sendo que Michael Klein teria acionado o Citi, na busca de uma linha de financiamento, e o Bradesco, na função de estruturador de uma operação.

O Pão de Açúcar, ainda conforme a publicação, estaria aberto a estudar uma oferta para adquirir os 47% que os Klein têm na Via Varejo, mas a saída da família não está sendo negociada com o grupo. Michael também não apresentou proposta para aquisição da Via Varejo e a família não tem todos os recursos necessários para uma compra, acrescentou o jornal.

Pouco tempo depois de firmar o acordo em 2009, o negócio foi paralisado com os Klein tentando obter condições mais favoráveis. A fusão foi retomada em meados de 2010, mas a relação entre os sócios ficou estremecida.

Na semana passada, a família Klein disse que pode abrir um processo de arbitragem contra a Pão de Açúcar, por inconsistências nos balanços da Globex usados para definição do valor atribuído à empresa no processo de fusão com a Casas Bahia.

O Pão de Açúcar, por sua vez, contratou a auditoria KPMG para realizar trabalhos de "escopo específico" nas empresas que formam a ViaVarejo.

Hoje, Raphael Klein, filho de Michael, ocupa a presidência da ViaVarejo, mas deve deixar o cargo até meados de novembro.

Mais Economia