IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Homem de Ferro, Falcon e Pegasus: brinquedos antigos atraem saudosistas

Aiana Freitas

Do UOL, em São Paulo

2013-05-06T06:00:00

06/05/2013 06h00

Bonecos de Falcon, Homem de Ferro, Batman, o robô da série "Perdidos no Espaço", o carro de controle remoto Pegasus, as miniaturas Macthbox e o jogo Pense Bem fizeram parte da infância de muita gente.

Em São Paulo, comerciantes especializados na venda de brinquedos raros e antigos podem ajudar os mais velhos a matar as saudades.

No centro da cidade, a Galeria Itapetininga reúne várias vitrines de brinquedos que já povoaram a imaginação de muitas pessoas. João Roberto Pinheiro Gazzola mantém uma loja no local há dez anos.

Nas prateleiras, carrinhos, bonecas e brinquedos de montar com décadas de idade, muitos ainda dentro da caixa.

As crianças não são o público-alvo da loja. Os principais clientes são homens com idades que podem variar de 20 a 70 anos.

Muitos vão até lá não para comprar, mas levar brinquedos para vender ou trocar. O dono da loja avalia e faz negócio, se valer a pena.

"Muitas pessoas não tinham condições de ter aqueles brinquedos na infância, viram adultas e aí compram", diz.

Jogo de 1953 é vendido na caixa original

Entre as raridades está uma versão do jogo Banco Imobiliário, da Estrela, de 1953. O tabuleiro antigo mostra imagens do Viaduto do Chá, em São Paulo, e do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. Os dados são de madeira, e os carrinhos têm design dos anos 50. Custa R$ 250, na caixa.

Um dos produtos mais caros é uma singela melancia de brinquedo feita para ser arrastada no chão por um cordão. Em perfeito estado, sai por R$ 700.

Clientes já procuraram o dono da loja pedindo para fazer o molde do brinquedo, difícil de ser encontrado.

Entre os brinquedos mais procurados estão bonecos de heróis de quadrinhos, como Batman e Homem de Ferro, e personagens da saga Star Wars e do desenho Cavaleiros do Zodíaco.

Colecionadores formam quase uma 'confraria'

Na garagem de casa, no bairro de Vila Mariana, Washington Franco, conhecido como Alemão, acumula brinquedos trocados e comprados de colecionadores. Bonecos Falcon, aviões e trens de lata e jogos como o Pense Bem, sucesso da Estrela dos anos 90, lotam as prateleiras.

"Eu não apenas compro e vendo brinquedos. Acabamos formando uma confraria", define. "Comecei a colecionar quando ainda era criança. Sempre fui muito cuidadoso com meus brinquedos."

Alemão não gosta de falar de preços. Diz que a negociação é feita caso a caso, e o valor depende da carga emocional que envolve o produto.

'Um dia vou ter um brinquedo desses'

Mesmo brinquedos que voltaram ao mercado, como o jogo Genius, da Estrela, fazem sucesso na versão original. Logo que entrou na loja, a assistente administrativa Taís Cristina Bighi, de 35 anos, quis saber o preço.

"Lembro até hoje que chorei e fiquei doente porque minha mãe não tinha dinheiro para comprar um. Pensei: 'um dia vou ter um brinquedo desses'. Antes eu não tinha oportunidade, agora tenho", diz Taís.

Alemão estima o preço de um Genius original, em perfeito funcionamento, dentro da caixa, em R$ 150. "Mas os valores variam muito", insiste. "Alguns brinquedos que tenho aqui foi minha mãe que me deu, e esses eu não vendo nem se me oferecerem R$ 5.000."

Onde encontrar
Galeria Itapetininga (Galeria dos Brinquedos), loja 12
Rua Sete de Abril, 356, Centro, São Paulo, SP
Telefone: (11) 99215-1932

Alemão Brinquedos Antigos
Rua Joaquim Távora, 719, Vila Mariana, São Paulo, SP
Telefone: (11) 5549-1747

Mais Economia