Bolsas

Câmbio

Inflação em julho é a menor em três anos com queda no preço do transporte

Do UOL, em São Paulo

A inflação oficial em julho ficou praticamente estável, com leve alta de 0,03%, depois de ter subido 0,26% em junho. É o menor resultado para o mês desde 2010 (quando tinha atingido 0,01%).

Os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

No acumulado de 12 meses até julho, a inflação avançou 6,27%, mostrando queda ante os 6,7% atingidos em junho.

Com isso, voltou a ficar abaixo do teto da meta do governo --que é de 4,5%, com intervalo de tolerância de dois pontos para mais ou para menos (ou seja, pode ir de 2,5% até 6,5%). É também a menor variação desde janeiro deste ano (6,15%).

Inflação acumulada em 12 meses

  • Fonte: IBGE

Ônibus e alimentos mais baratos

O maior impacto foi a queda no preço das passagens de ônibus, após as manifestações que tomaram as ruas do país. As tarifas de transporte público ficaram 3,32% mais baratas, segundo o IBGE. A queda de 0,66% dos preços no setor dos transportes foi a mais intensa desde junho de 2012.

A queda no preço dos alimentos, que não ocorria desde julho de 2011, também teve forte impacto no indicador. De acordo com o IBGE, o grupo se manteve em processo de desaceleração e, após a taxa de 0,04% de junho, teve queda de 0,33% em julho.

 

Inflação preocupa governo

DILMA DIZ TER CERTEZA QUE INFLAÇÃO FECHARÁ ANO NA META; ASSISTA

A inflação é uma das maiores preocupações da equipe econômica do governo. A presidente Dilma Rousseff, inclusive, chamou de pessimistas os que não acreditam que a inflação ficará dentro da meta

A alta dos preços nos últimos meses, porém, tem afetado a confiança do consumidor, segundo a Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

O IPCA mede a inflação para as famílias com renda de um a 40 salários mínimos em nove regiões metropolitanas do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, a lém do município de Goiânia e de Brasília.

Preços caíram para famílias de baixa renda

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede inflação para famílias com renda até cinco salários mínimos, apresentou deflação (queda de preços) de 0,13% em julho. Em junho, foi calculada inflação de 0,28%.

Os alimentos tiveram queda de preços de 0,4%. Os produtos não alimentícios registraram deflação de 0,01%. Sete capitais informaram queda de preços, com destaque para o Rio de Janeiro (-0,61%). Entre as cidades, a principal alta foi observada em Curitiba (0,41%).

(Com Agência Brasil e Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos