IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Calote de Eike é tratado como o 'fim de uma era' pela mídia internacional

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

02/10/2013 06h00

O calote de quase US$ 45 milhões da petrolífera OGX (OGXP3) foi tratado pela imprensa internacional como "o fim de uma era" nos negócios de Eike Batista.

O empresário, que já representou o sucesso da economia do país, teve a trajetória comparada à história do Titanic, como escreveu a revista "Forbes".

Veja a seguir a repercussão internacional do calote da OGX:

Financial Times: "o fim de uma era"
Segundo o jornal britânico "Financial Times", o calote da OGX “marca o fim de uma era” para a companhia, encerrando um processo de derrocada que começou em junho, quando a empresa informou que havia furado poços secos no Rio de Janeiro.

A reportagem ainda destacou que a trajetória de Eike Batista seguiu o caminho de suas companhias: de homem mais rico do Brasil, com uma fortuna de US$ 30 bilhões, o empresário agora tenta vender grande parte de suas empresas e renegociar as dívidas.

NY Times: Eike representa as dores da economia do Brasil
Um dos principais jornais norte-americanos, o "The New York Times" relacionou a situação de Eike com os desafios da economia brasileira. "Assim como Eike Batista foi, durante um tempo, um símbolo do poder econômico do Brasil (..), ele agora representa as dores de crescimento de seu país”.

Forbes: trajetória do empresário é comparada ao Titanic
A revista "Forbes" afirma que a OGX afundou “como uma plataforma de perfuração que foi bombardeada em seus quatro alicerces”. O texto ainda compara o grupo de empresas de Eike ao Titanic, e repercute a notícia de que o BNDES não deve socorrer Eike.

El País: Petroleira OGX suspende pagamento de US$ 45 milhões em juros
O principal periódico espanhol, "El País", também  noticiou o calote de Eike. O texto cita a imprensa brasileira para informar que a empresa tem 30 dias para adotar as medidas necessárias, antes de poder se beneficiar da lei especial de recuperação judicial.

Wall Street Journal: OGX, de Batista, planeja calote em pagamento de títulos
A publicação especializada no mercado financeiro "The Wall Street Journal" tinha antecipado na véspera a intenção da OGX em não pagar sua dívida com investidores estrangeiros. Segundo a reportagem, o calote da OGX pode vir a ser o maior da história da América Latina, se abranger os US$ 3,6 bilhões em bônus que a companhia ainda precisa pagar.

Economia