PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Falida, malharia Sulfabril consegue leiloar uma fábrica por R$ 5 milhões

Do UOL, em São Paulo

06/08/2014 17h38

Quinze anos após ter a falência decretada, a malharia Sulfabril leiloou nesta terça-feira (5) suas fábricas desativadas. A empresa brasileira de malhas e confecções foi sucesso nos anos 1970 e 1980 e terá sua marca e quatro fábricas leiloadas.

Um imóvel em Gaspar (SC) foi arrematado por aproximadamente R$ 5 milhões, 70% do valor de sua avaliação de mercado. Já a fábrica de Rio do Sul (SC), avaliada em R$ 3,7 milhões, não recebeu ofertas.

A marca Sulfabril é avaliada em R$ 40 milhões, e as fábricas, em cerca de R$ 120 milhões.

“A data para uma nova tentativa de venda deve ser definida após o dia 16 de setembro, quando ocorre o leilão das unidades da Sulfabril em atividade”, disse Tatiane Duarte, leiloeira nomeada pela Justiça.

Duas fábricas da companhia ainda estão em operação, em Blumenau e Ascurra. Elas devem ir a leilão em 16 de setembro, junto com as marcas do grupo. A Justiça dará prioridade para a venda conjunta dos ativos. Caso não haja interessados, eles serão oferecidos em lotes separados, no mesmo leilão. 

Dívida estimada em R$ 119 milhões

Atualmente, a empresa está sob a administração de um síndico nomeado pela Justiça, o economista  e professor Celso Mario Zipf.

A empresa tem uma dívida estimada em R$ 119 milhões. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Blumenau, Gaspar e Indaial, desse total, R$ 60 milhões se referem a dívidas trabalhistas.

O advogado do sindicato, Osmar Packer, afirma que cerca de 3.000 trabalhadores têm direito a indenizações.

Falência foi decretada em 1999

A Sulfrabril nasceu em Blumenau (SC) em 1947 e chegou a empregar mais de 5.000 funcionários. Suas coleções eram anunciadas no horário nobre da televisão e nas principais revistas do país, com garotas-propaganda como as atrizes Regina Duarte e Sandra Bréa.

A crise da empresa teve início em meados da década de 1990, com a abertura do Brasil ao mercado internacional. A falência foi decretada em 1999.

Atualmente, a Sulfabril emprega 700 funcionários em duas unidades em atividade, em Blumenau e Ascurra (SC). O patrimônio da empresa inclui ainda duas unidades desativadas, em Gaspar e Rio do Sul, também em Santa Catarina.

Serviço: Leilão Sulfabril - unidades operacionais e marcas

Data: 16 de setembro, às 15h

Local: Salão do Júri do Fórum de Blumenau (R. Zenaide Santos de Souza, 363)

Para participar: cadastro no site www.superbidjudicial.com.br até 15 de setembro, às 23h59, e envio de documentação por correspondência

Lances à viva-voz, durante a sessão; valor mínimo de 60% do valor de avaliação

Pagamento: à vista ou parcelado em até 36 vezes, com entrada mínima de 20% 

Economia