Bolsas

Câmbio

Black Friday 2017

Falso desconto e produto indisponível lideram queixas na Black Friday

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto/sarawuth702

O Procon-SP registrou, até as 15h desta sexta-feira (24), 256 reclamações contra empresas que participam da Black Friday. Segundo o órgão de defesa do consumidor, a principal reclamação foi a maquiagem de descontos, quando a promoção sobre o preço do produto não é real, com 34,77% das queixas.

Consumidores também reclamaram de produtos oferecidos pelas empresas que não estavam mais disponíveis (26,95%) e de mudanças nos valores ao finalizar a compra (20,31%). (Veja a lista das principais reclamações abaixo)

No site Reclame Aqui, das 18h de quinta-feira até as 17h desta sexta-feira, foram registradas 2.378 reclamações, uma média de 103 queixas por hora. O maior motivo de insatisfação dos consumidores até o horário foi propaganda enganosa. Também foram registradas queixas por divergência de valores e problemas na finalização da compra.

A empresa mais reclamada foi o Magazine Luiza, com 210 queixas. A empresa afirma que tem uma equipe de 150 pessoas focada em responder as reclamações e que todos os clientes foram atendidos e tiveram solução para suas queixas. "A companhia ressalta que o volume de queixas é absoluto, e não percentual ao total de vendas. O Magazine Luiza recebe uma demanda altíssima de compras na Black Friday, com previsão da venda de mais de 500 mil itens", informou. 

Clique aqui para conhecer as empresas com mais queixas do Reclame Aqui.

Leia também:

Como reclamar

Quem tiver problemas durante as compras da Black Friday deve buscar uma solução com a própria empresa ou procurar um órgão de defesa do consumidor. O Procon-SP, por exemplo, fará plantão de atendimento até as 22h desta sexta. O registro também pode ser feito nos sites Consumidor.gov.br e o Reclame Aqui.

Confira a lista dos principais problemas registrados nesta sexta-feira, segundo o Procon-SP:

  • Maquiagem de descontos (desconto oferecido sobre o preço do produto ou frete não era real) - 34,77% das queixas
  • Produto ou serviço oferecido não estava disponível (fim do estoque) - 26,95% das queixas
  • Mudança de preço ao finalizar a compra - 20,31% das queixas
  • Pedido cancelado pela empresa após a finalização da compra - 7,03% das queixas
  • Site intermitente, congestionado ou página bloqueada - 5,08% das queixas
  • Site não permite pagamento via boleto bancário ou débito em conta - 3,13% das queixas 
  • Oferta não cumprida, serviço não fornecido, venda enganosa e publicidade enganosa - 2,73% das queixas

Guarde suas provas

Se tiver problemas durante as compras, a dica é registrar tudo --por exemplo, tirando fotos da tela do computador com o nome da loja, a data e o horário. Isso pode ajudar a comprovar a irregularidade na hora da reclamação. Quem finalizou o pedido também deve guardar os comprovantes de pagamento e de compra concluída para se prevenir de possíveis falhas das empresas.

Como evitar 7 erros na Black Friday

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos