IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

Aumento do salário mínimo deve injetar R$ 27,1 bi na economia, diz Dieese

Do UOL, em São Paulo

2019-01-08T11:49:05

08/01/2019 11h49

A economia brasileira receberá uma injeção de R$ 27,1 bilhões por conta do aumento do salário mínimo de R$ 954 para R$ 998, segundo estimativa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada na última semana. 

O departamento estima que 48 milhões de pessoas têm rendimento vinculado ao salário mínimo. 

O impacto do aumento para as contas da Previdência Social será de R$ 13,3 bilhões ao ano, segundo o Dieese. Porém, o custo "seria totalmente compensado pelo aumento da arrecadação tributária". 

O decreto com o reajuste foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 1º.  O valor é inferior aos R$ 1.006 aprovados pelo Congresso para o Orçamento deste ano. Isso ocorreu porque a previsão para a inflação de 2018 diminuiu desde a aprovação dos R$ 1.006. A estimativa de inflação entra na conta do reajuste do mínimo.

Salário daria para comprar 2,2 cestas básicas

Com o novo salário mínimo de R$ 998, seria possível comprar 2,22 cestas básicas. O valor da cesta básica foi estimado em R$ 450 em janeiro. "A quantidade de 2,22 cestas básicas ainda é o maior valor verificado desde o ano de 1995, porém muito semelhante ao valor registrado nos últimos três anos", apontou o departamento.

Por que a inflação no nosso bolso parece maior do que a inflação oficial?

UOL Notícias

Mais Economia