IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Reforma da Previdência


Reforma dos militares não será fatiada e será enviada até 20/3, diz Marinho

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

11/03/2019 18h51

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, reafirmou hoje que as novas regras para aposentadoria dos militares (chamada oficialmente de inatividade dos militares) constarão de um único projeto, que deve ser enviado ao Congresso Nacional até 20 de março.

"Nada mudou. Vamos enviar um único projeto até 20 de março. Tivemos uma longa reunião hoje porque a proposta altera cinco leis diferentes. O cronograma está mantido e vamos cumpri-lo", disse Marinho. 

A mesma data havia sido mencionada por Marinho e também pelo presidente Jair Bolsonaro, mas houve rumores de que a proposta poderia ser fatiada em várias partes.

Sem fatiamento

O secretário também declarou que não haverá um fatiamento da proposta para militares. Os ministérios da Defesa e da Economia estudaram enviar mais de uma proposta sobre o tema, mas Marinho disse que somente uma versão será entregue aos parlamentares.

Pela proposta que será enviada ao Congresso, a alíquota de contribuição dos militares será única e passará de 7,5% para 10,5%. O tempo mínimo de contribuição dos integrantes das Forças Armadas passará de 30 anos para 35 anos.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência