IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Reforma da Previdência


Bancos não vão gerir regime de capitalização se for aprovado, diz Guedes

Paulo Guedes fala sobre reforma da Previdência - Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Paulo Guedes fala sobre reforma da Previdência Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

03/04/2019 16h47

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje que os bancos não serão responsáveis por gerir o regime de capitalização da Previdência, se ele for aprovado pelo Congresso Nacional. Segundo ele, os fundos de pensão, ou instituições semelhantes, serão os gestores desses recursos.

"Falou-se muito em bancos. O princípio inicial é que não são os bancos que vão gerir esse sistema. Não foram os bancos no Chile, e não serão aqui. Serão os fundos de pensão. Lá fora, houve a desculpa de não deixar banco quebrar, garantir os pagamentos de depositantes menores, porque geria recurso público. E usaram dinheiro de imposto para salvar esses bancos", disse.

Guedes afirmou que os bancos brasileiros não se esconderão atrás dessa desculpa. Ele afirmou que as indústrias de capitalização e financeira são separadas. "Quem joga em uma liga não joga em outra. Se houver um sistema de capitalização, ele não estará nos bancos", afirmou.

Sem Previdência, Guedes diz que poderia deixar governo

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência