PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Errou no cadastro do auxílio de R$ 600? Pode mudar dados depois, diz Caixa

Filipe Andretta

Do UOL, em São Paulo

15/04/2020 13h23

Quem já fez o pedido para receber o auxílio emergencial de R$ 600, mas errou algum dado ou esqueceu de incluir informações poderá arrumar o cadastro após receber a resposta da solicitação. Segundo a Caixa, será possível corrigir os dados pelo site ou pelo aplicativo, mas é preciso esperar o fim da primeira análise.

O prazo da Caixa para avaliar a solicitação é de cinco dias úteis após o envio do cadastro. Se o benefício for aprovado, o pagamento deve ser depositado em até três dias úteis depois da resposta.

Antes, o banco havia informado que não seria possível corrigir o cadastro enviado. Porém, nesta terça-feira, a Caixa prometeu disponibilizar a edição de dados para quem já teve o pedido analisado.

Verifique os dados antes de enviar

Se você ainda não fez o cadastro, confira bens os dados antes de concluir o procedimento.

Depois de preencher o cadastro, o programa da Caixa exibe uma tela com o resumo dos principais dados (veja aqui o passo a passo do cadastro). Se alguma informação estiver incorreta, você pode voltar algumas telas e corrigir.

Nem todo mundo precisa preencher o cadastro

Quem já estava registrado no Cadastro Único (CadÚnico) até 20 de março de 2020 e quem recebe Bolsa Família não precisa fazer o cadastro para receber o auxílio emergencial.

Segundo o Ministério da Cidadania e a Caixa, essas pessoas vão receber o benefício automaticamente se tiverem direito. Elas podem consultar o site e o aplicativo para verificar se estão habilitadas e se o dinheiro já foi depositado.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Auxílio emergencial levanta dúvida da população

Band Notí­cias