PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

EasyJet estuda esvaziar assentos para respeitar distanciamento social

EasyJet - Divulgação
EasyJet Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

16/04/2020 09h50

A pandemia de covid-19 deve forçar mudanças por tempo indeterminado no setor da aviação. A empresa low-cost EasyJet planeja manter o distanciamento entre passageiros quando voltar a atuar normalmente.

De acordo com informações da Sky News, a ideia é deixar vazios os assentos do meio nas fileiras de três lugares. Com isso, a distância entre o passageiro da janela e do corredor ficaria respeitada.

A expectativa é que a medida ajude a empresa a voltar ao trabalho assim que o isolamento social começar a ser flexibilizado.
Chefe-executivo da EasyJet, Johan Lundgren, acredita que os clientes vão aprovar a mudança.

"Eu acho que vai acontecer. Isso é algo que nós faremos porque eu penso que nossos clientes gostariam de ver. Então, nós vamos trabalhar com as autoridades e ouvir nossos clientes sobre a coisa certa a ser feita", afirmou.

A empresa não tem realizado voos durante a pandemia. Um levantamento mostrou que o prejuízo por não funcionar chega a R$ 260 milhões por semana.