PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Confiança da indústria chega ao pior índice da história com pandemia

Problemas causados pela pandemia na economia brasileira tiraram confiança dos empresários - Dhavid Normando/FuturaPress/Estadão Conteúdo
Problemas causados pela pandemia na economia brasileira tiraram confiança dos empresários Imagem: Dhavid Normando/FuturaPress/Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/04/2020 16h34

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) divulgou hoje um levantamento que mostra que a confiança dos empresários brasileiros de setor industrial chegou ao menor patamar da história em meio à pandemia do novo coronavírus. Em uma escala de 0 a 100, o índice desabou quase 26 pontos entre os meses de março e abril, ficando em 34,5 pontos.

Considerando desde o começo do ano, a queda acumulada já chegou a 30,8 pontos. "A queda na confiança dos empresários pode contribuir para a paralisação dos investimentos, ou seja, para o agravamento da crise econômica", disse o diretor de desenvolvimento industrial da CNI, Carlos Abijaodi.

Até então, o maior recuo em apenas um mês na confiança dos empresários da indústria havia sido de 5,8 pontos, registrado em junho de 2018 como consequência direta da greve dos caminhoneiros. A série histórica tem dados desde 2010.

O relatório do ICEI (Índice de Confiança do Empresário Industrial) aponta que "há dificuldades no fluxo de insumos, mercadorias e trabalhadores, e as medidas de isolamento social e o consequente 'desaparecimento do consumidor' resultou em forte queda na receita das empresas".

A CNI também apontou que a queda da confiança é generalizada, ou seja, aconteceu em todas as regiões do país. O menor índice está no Sul, com 32,6 pontos. O maior está no Norte, com 38,1, seguido pelos 37,6 pontos do Centro-Oeste. Sudeste e Nordeste aparecem com números parecidos, com 34,1 para o primeiro, e 34,2 para o segundo.