PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Volta do Boeing 737 MAX deve ser adiada por pandemia, diz jornal

Boeing 737 durante vôo - Charles O"Rear/Getty Images
Boeing 737 durante vôo Imagem: Charles O'Rear/Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

24/04/2020 10h18Atualizada em 24/04/2020 17h01

O retorno do Boeing 737 MAX será adiado para o fim do verão por conta da tensão financeira no setor de aviação causada pela pandemia do novo coronavírus. As informações são do jornal Wall Street Journal.

É possível que a aeronave só receba aprovação para voar após o mês de agosto. A decisão será da agência de Administração Federal de Aviação dos EUA.

Sem poder colocar o 737 MAX nos ares, a meta de receita antecipada da Boeing Co. para o meio do ano deve cair.

Demanda do setor

No Brasil, o volume de passageiros transportados em voos domésticos recuou 35,46% em março, diante de igual período do ano passado. Ao todo, 4,9 milhões de pessoas circularam nesses voos, a menor quantidade para um mês de março desde 2009.

As viagens aéreas internacionais entre as companhias nacionais recuaram 45,38%, na comparação com o mesmo mês de 2019. Foi o menor volume de demanda para março desde 2010. A oferta de assentos diminuiu 34,42% - mais baixo patamar desde março de 2014.

A circulação não controlada de pessoas pelo mundo foi um dos principais fatores que contribuiu para a disseminação da covid-19. Confira como estão os números da doença hoje:

*Com informações do Estadão Conteúdo