PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Beneficiários enfrentam chuva e fila para sacarem auxílio emergencial em PE

Beneficiários enfrentam chuva e filas para sacarem auxílio emergencial em Recife - Reprodução
Beneficiários enfrentam chuva e filas para sacarem auxílio emergencial em Recife Imagem: Reprodução

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

27/04/2020 23h13

Beneficiários do auxílio emergencial dado pelo governo Federal enfrentaram filas imensas, chuvas e alagamentos durante o expediente bancário hoje, em agências da Caixa Econômica Federal e em casas lotéricas, no Recife. Eles precisaram ir ao banco ou casa lotérica porque fizeram o cadastro com Poupança Social Digital e só poderiam fazer o saque desta forma.

Na agência da CEF, no bairro da Encruzilhada, na zona norte da capital, a fila estava desorganizada e as pessoas tentavam derrubar os portões para entrar primeiro no banco. Seguranças tiveram que agir para que a agência não fosse invadida. O tumulto foi tão grande que os beneficiários do auxílio não respeitavam a distância mínima de um metro entre as pessoas, causando aglomeração por conta de alagamentos provocados pela chuva.

Durante a madrugada, foram distribuídas fichas para tentar organizar e otimizar o atendimento, mas em vão. Na aglomeração estavam idosos, mulheres grávidas e outras pessoas com comorbidades, que têm preferência no atendimento.

Outra agência da CEF que registrou tumulto foi em Olinda, localizada na avenida Presidente Kennedy, bairro Rio Doce. A fila era enorme e a chuva com alagamento fez beneficiários ficarem dentro da água para não sair da fila.

Beneficiários enfrentam chuva e filas para sacarem auxílio-emergencial - Reprodução - Reprodução
Beneficiários enfrentam chuva e filas para sacarem auxílio-emergencial
Imagem: Reprodução

Nas duas agências, tiveram relatos da presença de policiais militares para dar suporte aos funcionários da Caixa. Além disso, era possível ver pessoas sem máscaras, que agora são de uso obrigatório em Pernambuco. O estado já contabiliza 450 mortes por covid-19 e 5.358 pessoas infectadas. A pandemia do novo coronavírus matou 4.543 pessoas no Brasil e infectou 66.501, de acordo com dados de hoje do Ministério da Saúde.

Apesar do calendário feito pela CEF, o qual o beneficiário recebe o dinheiro no dia referente ao mês que nasceu, ocorreram aglomerações e confusão. A SDS-PE (Secretaria de Defesa Social) e a Polícia Militar de Pernambuco não divulgaram o número de chamados para conter confusões nas portas das agências ou casas lotéricas.

Confira o calendário de saques:

- 27 de abril - para os nascidos em janeiro e fevereiro
- 28 de abril - para os nascidos em março e abril
- 29 de abril - para os nascidos em maio e junho
- 30 de abril - para os nascidos julho e agosto
- 4 de maio - para os nascidos em setembro e outubro
- 5 de maio - para os nascidos em novembro e dezembro

O valor do auxílio emergencial é de R$ 600 (pessoas sem filhos) e R$ 1.200 (Mulheres ou homens que criam filhos sozinhos) e é para ajudar famílias de baixa renda durante pandemia do novo coronavírus. Os beneficiados podem retirar o dinheiro na "boca do caixa", sem a necessidade de usar um cartão, mas é necessário solicitar o saque por meio do aplicativo Caixa TEM.

Quem recebe o Bolsa Família não precisa fazer cadastro ou ir até a CEF neste período, pois o cadastro é feito automaticamente e o saque ocorre com o cartão do beneficiado nos caixas eletrônicos.

O presidente da CEF, Pedro Guimarães, falou sobre o pagamento do auxílio, que estava marcado para começar hoje, durante uma live com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Guimarães informou que 15 milhões de contas digitais foram abertas.

A Secretaria de Defesa Social informou que a PM está atuando nos arredores das agências e casas lotéricas para evitar assaltos contra beneficiários, além de reprimir a violência. A SDS informou que quem organiza filas são os seguranças e funcionários da CEF.

"Desde o início da pandemia, por exemplo, os crimes conhecidos como 'saidinhas de banco' caíram 67% (de 12 para quatro casos, considerando março de 2020 com março de 2019). Em caso de distúrbios nos estabelecimentos financeiros, a PM está de prontidão, pelo 190, e também no CICCR (Centro Integrado de Comando e Controle Regional) para restabelecer a ordem", disse em nota enviada na noite de hoje.

O UOL entrou em contato com a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal em Pernambuco, mas não obteve posicionamento até a publicação deste texto. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do banco em Brasília, mas repassaram a demanda para Pernambuco.